Esta versão está descontinuada.

Acesse novo site do portal Brasil Alemanha:

https://www.brasilalemanha.com.br

Colunistas

11/11/2015

Temos como sair da crise - por Affonso Ritter

O Brasil vive três crises: ética, política e econômica. O governo perdeu o controle das contas públicas. Mas, a notícia boa neste processo todo é que temos instituições fortes, o Brasil não é um país bolivariano.

Temos como sair dessa - foi como o cientista político, Fernando Schüler, analisou o atual cenário político brasileiro no ciclo de palestras - 0 Zoom do Varejo - promovido pela CDL Porto Alegre na manhã desta terça (10) no Teatro CIEE da capital gaúcha. Na sequência, o economista Marcelo Portugal fez suas projeções para o próximo ano, com PIB negativo de 1,5%, inflação caindo de 10% para 6,5% e dólar em torno dos R$ 4. Em contrapartida, a tendência é de que haja uma melhora no desempenho da indústria (setores importadores), e o setor agropecuário ainda deva permanecer posit! ivo. "No varejo, quem estiver atento ao momento da virada pode ganhar participação no mercado. Para isso, é preciso manter a sua base de clientes, cortar custos que não sejam indispensáveis para a manutenção do negócio e ter cuidado nas vendas a prazo, pois a inadimplência tende a aumentar", recomendou.


Os três vencedores da crise

Empresários convidados para o ciclo de palestras da CDL Porto Alegre relataram nesta terça (10) suas experiências de superação em momentos de dificuldade. O primeiro a se apresentar foi o franqueado das redes Café do Ponto e Casa Pilão André Friedheim, que destacou os benefícios de se investir em franchising nos tempos de vacas-magras. Sobre o assunto, Friedheim salientou: "Temos a força da marca, a garantia de uma boa legislação, a possibilidade de operar pelo Simples e acesso fácil a recursos para financiamento de expansão". A crise não atrapalhou os planos do presidente das Óticas Carol, Ronaldo Pereira. Da meta inicial de crescer 24% neste ano, a empresa já chegou aos 22% em outubro e acredita ser capaz de atingir o objetivo inicial com o incremento da Black Friday e do Nata! l. "Descobrimos novas oportunidades, desde a abertura de lojas de bairro a projetos diferenciados, como a possibilidade de criar outlets", afirmou Pereira. O jovem empresário Rony Meisler, um dos donos da marca de roupas masculina Reserva, finalizou a manhã de palestras compartilhando suas experiências positivas para transformar momentos de turbulência em grandes viradas. E foram situações sucessivas, desde o vídeo criado após o segundo assalto em menos de um ano, ocorrido em uma de suas lojas em São Paulo, que virou case mundial com milhões de visualizações, à estratégia para driblar o fato inusitado de um dos presos na integração da polícia no Complexo do Alemão (2010) ter sido preso com uma camiseta de estampa Reserva. "Acabamos nos unindo ao Afroreggae e licenciamos alguns produtos nossos para a ONG. Essa aproximação foi muito positiva e ampliou nossa inserção no mercado", contou Meisler. E completou: "Aprendi tentando, fracassando, acertando, errando, me reinventando. Este é o segredo para superar a crise: não se intimidar diante dos infortúnios e ver neles a chance de vencer".


Fonte: newsletter@affonso ritter.com.br - Newsletter de Affonso Ritter  11 11 2015



Comentários

Participe! Aqui sua opinião vale muito.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2021 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade