Esta versão está descontinuada.

Acesse novo site do portal Brasil Alemanha:

https://www.brasilalemanha.com.br

Colunistas

13/07/2015

Pesquisador brasileiro avança no desenvolvimento de tecnologias voltadas para agricultores

Fita de sementes e semeadora de fitas desenvolvida pelo agrônomo estão sendo testadas no Brasil e em Cabo Verde, na África

Primeiro, o engenheiro agrônomo Mateus Marrafon criou uma tira de fibras de celulose que contém a quantidade certa de sementes, já dispostas com o afastamento adequado - ao agricultor, caberia apenas enterrar a fita no solo. Depois, ele criou a semeadora de fita que planta essa fita no solo e faz o processo de adubação em sulco de plantio – possibilitando ainda mais melhorias dos processos para os pequenos agricultores.

Agora, Marrafon testa as soluções no Brasil e em Cabo Verde, na África. “O objetivo ao agricultor não apenas novas tecnologias, mas conhecimento, que poderá ser transformado em mais qualidade de vida”, afirma o pesquisador, complementando que “atualmente, é preciso aumentar a eficiência de produção, produzindo mais com menos insumos e menor agressão ao meio ambiente. O Brasil tem papel extremamente importante no fornecimento mundial de alimentos e precisa também ocupar esse posto em pesquisas e transmissão de conhecimento”.

De acordo com Marrafon, para o pequeno produtor, o posicionamento das sementes no plantio é um grande desafio, uma decisão capaz de determinar a produtividade do terreno. Próximas demais, as sementes germinam competindo entre si por alimento. Mais afastadas do que o necessário, a produtividade para um mesmo espaço de terra cai. "Os pequenos agricultores geralmente plantam do jeito que seus avós sempre plantaram e dificilmente têm um agrônomo para ajudar e regular a máquina. Com a fita a gente garante que ele plante a melhor quantidade de sementes para a área que tem", explica.

Para chegar até a fase de testes, foram necessários sete anos de pesquisas com recursos de universidades e empresas brasileiras e mais dois anos garantidos pelo incentivo conquistado por meio do programa Grand Challenges Explorations (GCE) da Fundação Bill & Melina Gates – um aporte de U$ 100 mil.

Atualmente Marrafon desenvolve diversas pesquisas em um espaço pessoal, sem ligação com universidades ou instituições de pesquisa. Seu objetivo principal é promover o uso da fita para pequenos produtores, para combater a fome no Brasil e na África, por meio do desenvolvimento da agricultura familiar.

Entre as novidades já patenteadas, à espera de oportunidades, estão um dosador de adubo e sementes miúdas de dupla esteira, distribuidora de produto a lanço com sistema abafador de água e pulverizador. Outras linhas de pesquisas têm atenção voltada para o desenvolvimento de dosadores de sementes para semeadoras, colhedora e plantadora de cana.

Clique na imagem para baixá-la:

 

Sobre Mateus Marrafon

Mateus Marrafon é engenheiro agrônomo e atua como professor no Centro Universitário Moura Lacerda, em Ribeirão Preto (SP) e como pesquisador do Instituto Kairós, em Itu (SP). Marrafon também faz parte do grupo de pesquisas Agrovitae, de Iracemápolis (SP) e do Laboratório de Pesquisas de Máquinas Agrícolas, também em Iracemápolis.

Para mais informações: mateusmarrafon@hotmail.com

Informações para a Imprensa: Fonte Comunicação - (19) 3794-8902

Luciana Ramos (19) 9 8180-8430 – luciana@fontecomunicacao.com.br

Emília Zampieri (19) 9 9690-2823 – emilia@fontecomunicacao.com.br



Comentários

deslogado
google 14/07/2015, às 11:34

now you can get free google play gift card codes online generators for free online here.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2021 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade