Esta versão está descontinuada.

Acesse novo site do portal Brasil Alemanha:

https://www.brasilalemanha.com.br

Colunistas

09/07/2014

Moro no exterior, como levar minha mudança para o Brasil?

O brasileiro que morou no exterior, tem direito a trazer sua mudança para o Brasil, sem o pagamento de impostos. Veja dicas importantes e traga sua mudança com tranquilidade e sem custos inesperados.

Os brasileiros residentes no exterior, com no mínimo um ano comprovado, tem direito de trazer sua mudança e bens pessoais, com isenção de impostos.
Se morou ou mora no exterior e está pensando em voltar, observe abaixo, dicas importantes para trazer sua mudança de forma simples, segura e com baixo custo.
Vale ressaltar que as empresas de agenciamento internacional tem preços variados e costumam cobrar mais para clientes que embarcam uma única vez, por isso, pesquise bem os preços de containers e serviços no destino. Os serviços no destino, incluem , despachante aduaneiro, armazenagem, taxas da Cia marítima, armazenagem.
Muitas pessoas não trazem sua mudança por acharem que tem que pagar por um container fechado, mas enganam-se, pois existem empresas que trazem cargas de várias pessoas no mesmo container e minimizam os custos. Mas se trouxer um container fechado, vale a pena consultar um despachante aduaneiro e verificar a possibilidade de transferir suas mercadorias para um porto seco, onde a armazenagem é mais em conta. Pelo fato de ser um importação com isenção de impostos, a Receita Federal fará, na maioria das vezes, a vistoria das mercadorias para constatar se realmente são moveis e bens pessoais e este procedimento demora o suficiente para onerar o custo da armazenagem.
A armazenagem é paga pelo cliente, ainda que a Receita Federal demore para liberar, por isso a escolha da remoção da mercadoria para um porto seco é uma boa opção.
Siga as passos:
Faça uma declaração de bens, relacionando tudo o que há em cada caixa. Isso facilita a conferencia fiscal e a mercadoria é liberada mais rapidamente.
Estipule um valor total para os produtos. Pode ser um valor médio e não precisa ser exato, mas também não pode ser muito abaixo do correto. Declare em dólares ou em reais, como você quiser, mas a declaração de bens precisa ter um valor para a Receita Federal.
Consulte um despachante aduaneiro, pois algumas mercadorias são vetadas, como por exemplo veículos e bens automotores, tais como moto, carro, patinete, barcos, motores de polpa, qualquer coisa que tenha motor. Se trouxer, mesmo que seja um e apenas simples, toda mercadoria ficará comprometida.
Você pode trazer mercadorias novas e usadas, desde que não configure comércio. Se ficar configurado que há fins comerciais, ou seja, que você aproveitou para fazer comércio, o despacho aduaneiro será comprometido aí retirar a sua carga será quase impossível.
Bens de uso profissional, são admitidos na legislação, desde que seja comprovado que o viajante os utilizava profissionalmente. Para isso, uma declaração da firma em que trabalhava ou um contrato social (consularizado) servirá de prova.
Contrate um profissional experiente no porto de destino para lhe dar as orientações finais. Faça esta lista de bens com antecedência e envie a ele para aprovação. Pergunte quanto tempo está levando para desembaraçar uma bagagem e quais são os principais problemas encontrados.
Depois de tudo preparado e listado, confira mais uma vez se realmente há dentro das caixas aquilo que você descreveu. Isso vai facilitar o trabalho do despachante aqui no Brasil e você não terá atrasos.
Este é uma etapa importante, visto que uma má negociação neste momento encarecerá o processo no desembaraço.
Se for liberar suas mercadorias no porto ou aeroporto sozinho, prepare-se para a burocracia e demora, mas se for utilizar um despachante aduaneiro, tenha o cuidado de solicitar o credenciamento no RADAR, antes de enviar a mercadoria, para tanto, deverá estar com seu CPF regular no Brasil.
O próprio despachante cuidará de cadastrá-lo no RADAR, com este documento o despachante cuida de todos os tramites para você, sem que tenha que se preocupar com nada. Vale a pena, pois custa menos que fizer sozinho, lembre-se que paga armazenagem e demurrage (aluguel do container) e a demora aumentará os custos.
Procure fazer o pagamento do frete antecipado no país de origem. Isto melhora o andamento do processo, e você terá um ganho financeiro, uma vez que não ficará à mercê da variação cambial.
Procure por um despachante aduaneiro experiente, e que tenha boas referências. Discuta e negocie preço, mas fuja daqueles que fazem o serviço por qualquer preço.
Por experiência, este serviço requer muito conhecimento técnico e muitas vezes a redução dos honorários aduaneiros poderá comprometer o desempenho final. Pense que a sua carga estará em mãos de alguém que irá lhe representar. E qualquer erro ou displicência pode lhe custar multas ou atraso na liberação.
Depois de embarcado, este despachante lhe ajudará a monitorar a chegada no Brasil. Antes de chegar, será preciso pedir a remoção desta carga para um terminal próprio e especializado em armazenamento de bagagens.
Assim que chegar e a carga for removida, será preciso pedir a desova da carga, já que o contêiner precisa ser entregue ainda dentro do freetime (prazo) estipulado e negociado com a companhia marítima.
Depois de desovada a carga, o próximo passo é juntar a documentação e iniciar o despacho aduaneiro junto à Receita Federal. Depois de entregue, este processo será distribuído para um fiscal que irá averiguar tudo que foi dito acima.
Isso é um trabalho demorado e trabalhoso para ambos. Nesse momento, o viajante precisa ter paciência com os órgãos fiscalizadores do Brasil. Atualmente, uma bagagem leva de 30 a 45 dias desde a chegada para ser concluída.
Após todas as exigências alfandegárias cumpridas e a carga desembaraçada, o próximo passo é gerenciar a logística de retirada. Apesar de não ser a mais difícil, neste ponto o viajante precisa conhecer os custos que ele terá.
A armazenagem e as despesas portuárias precisarão ser quitadas antes de a carga sair. Aqui, serão pagos a armazenagem, a desova feita, a separação da carga (exigida pela Receita), a movimentação, e tudo mais. Assim, cobre do profissional que você contratou no Brasil, um orçamento prévio do que irá gastar.
Também será preciso contratar uma transportadora para levar a sua carga. Cote preço com mais de uma e negocie diretamente com a empresa. Por conhecimento de causa, o preço do frete pode ter variações bruscas, por conta da sua inexperiência comercial.
Esteja atento e antecipe-se às informações.

 

Fonte:

http://portal.comunique-se.com.br/index.php?title=moro-no-exterior-como-levar-minha-mudanca-para-o-brasil&option=com_dino2&releaseid=37535&partnerid=33&



Comentários

deslogado
lee123 12/01/2018, às 06:43

Durante 1940 el club nike shoes pas nike outlet a signifiantnominarse Club the under armour womens shoes capital jordans for women Ftbol soccer air max 95 team christian louboutin outlet lugar, louboutin shoes Gym deslogado

Jeferson 22/03/2017, às 10:30

Boa tarde se algUm despachante tiver como entrar em contato tenho interesse em despachar container da Alemanha para o Brasil meu fone é WhatsApp 005548988268369

deslogado

Olá a todos, sou despachante aduaneiro especializado em mudanças para o Brasil, principalmente baseados na Alemanha, suíça, Bélgica. Fazemos a assessoria completa e liberação, 23 anos especializado em mudanças. Whatzap 55 13 991285462 Augusto. Muito obrigado e aguardo seu contato

deslogado

Olá a todos, sou despachante aduaneiro especializado em mudanças para o Brasil, principalmente baseados na Alemanha, suíça, Bélgica. Fazemos a assessoria completa e liberação, 23 anos especializado em mudanças. Whatzap 55 13 991285462 Augusto. Muito obrigado e aguardo seu contato

deslogado

Olá a todos, sou despachante aduaneiro especializado em mudanças para o Brasil, principalmente baseados na Alemanha, suíça, Bélgica. Fazemos a assessoria completa e liberação, 23 anos especializado em mudanças. Whatzap 55 13 991285462 Augusto. Muito obrigado e aguardo seu contato

deslogado
Erli de Souza Pahl 08/12/2015, às 16:15

Se alguem tiver experiencia com firmas que fazem mudanca da alemanha para o Brasil de porta a porta por favor me deem referencias. Obrigada.

deslogado
Kelle Silva 10/02/2015, às 20:18

Me chamo Kelle, sou Brasileira e moro na Alemanha com meu filho e meu esposo, mas gostaríamos de voltar para o Brasil . Gostaria de saber quais são as faixas de custos que um despachante cobra para liberar uma container de 20 pis de mudança? Você poderia me indicar bom despachante? Obrigado pelas informações

deslogado
Christina 30/09/2014, às 11:30

Obrigada pelas informações. Uma idéia alternativa é a de pedir a cotação para empresas brasileiras que façam mudanças internacionais. O ideal é pedir cotação "door-to-door". Essas firmas têm contatos com firmas locais (p.ex. na Alemanha), que vêm, embalam as suas coisas, fazem a listagem do inventário do que está sendo embalado, colocam tudo no container (ou no Liftvan, dependendo do tamanho da mudança) e despacham para o Brasil. Lá chegando a firma faz o despacho alfandegário e entrega as coisas em casa. Tem a GRANDE vantagem, de o seu parceiro contratual ser a firma no Brasil, sendo lá também o foro jurídico. Evita-se o jogo de empurra caso algo dê errado ou quebre, pois (ahhh, foi o embalador na Alemanha quem quebrou, não... foi no porto de embarque... não... no de desembarque, e por aí vai). Atenciosamente.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2021 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade