Colunistas

09/01/2016

Acreditas nas redes sociais - por Ivar Hartmann*

Logo que a internet e o e-mail entraram nas nossas vidas, era comum a mensagem de banco dizendo que deveríamos renovar nossa senha e para tanto deveríamos acessar um anexo. Depois apareceu um africano...

oferecendo um milhão de dólares para quem o ajudasse em uma tarefa. 

Eram muito tolos os argumentos para alguém cair nestes contos. Agora o que abunda na rede são as informações de generais se reunindo para derrubar o governo ou de que todos os ricos brasileiros estão se mudando para Miami. E os crentes acreditam! Então... Uma entrada em camarote para ver o desfile das Escolas de Samba do Rio de Janeiro custa mais do que R$3.000,00. Um camarote é vendido de 50 mil reais para 15 pessoas, até 120 mil reais para 30 pessoas.

Eu ia fazer uma reservar deste maior para ir sozinho e não ter ninguém me empurrando para ver os passistas! Depois pensei que o salário mínimo brasileiro é R$880,00 e que a entrada mais barata sai mais de três vezes o salário básico de um brasileiro. E, muitas vezes mais do que o recebimento mensal de um aposentado deste país tropical abençoado por Deus (imagina se não fosse!).

Como desisti do Rio, lembrei-me das notícias diárias que recebemos pelas redes sociais sobre o Brasil. Catastróficas umas, denunciantes outras, hecatombóticas (desculpem se o termo não existe, mas eu precisava de uma rima) as restantes. Sobre tudo e todo. E nossos desocupados ou dorminhocos amigos das redes sociais, encarregam-se de repassar. Ou porque gostariam que assim fosse, ou porque, distraídos, acreditam que o absurdo pode ser verdade. Então, como não vou mais, avisei meus amigos de que tinha um camarote para 15 pessoas para assistir ao desfile das Escolas em Porto Alegre. Módicos R$1.500,00 por pessoa e eu tinha 11 lugares vagos. Os outros quatro, óbvio, eu reservava para mim.

Convidei – para testar – exatamente aqueles que me chamam de “pão duro”, quando, ao contrário, eu sou um pródigo. Bem. Acostumados às notícias mais pirotécnicas possíveis – diárias nas redes sociais – nenhum se apercebeu da realidade: inverossímil um lugar para ver carnaval em Porto Alegre custar este valor e impossível eu gastá-los nesta atividade, não obstante ser ela a mais fina demonstração da cultura brasileira. Está, pois provado: está nas redes sociais? Acreditamos como verdades. Verdades que, como direis agora, qualquer louco pode inventar...

ivarhartmann@hotmail.com 




Comentários

Participe! Aqui sua opinião vale muito.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2021 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade