Quais são os pontos de negociação de um contrato de trabalho na Alemanha? Leia antes de aceitar uma oferta.

Quais são os pontos de negociação de um contrato de trabalho na Alemanha? Leia antes de aceitar uma oferta.

Além do salário, você pode e deve negociar outros pontos com o seu futuro empregador antes de assinar o seu contrato de trabalho. Pra isso, é bom que você já tenha as informações corretas a respeito daquilo que pode ser negociado, e você pode obter várias dessas informações ainda durante o processo seletivo. Eu realmente acho esse assunto bem relevante, porque principalmente quando a gente vem de um outro país, que tem outra cultura, onde as relações que envolvem as questões trabalhistas são diferentes e normalmente seguem um outro tipo de padrão; ou seja, quando você não está familiarizado com esse outro padrão, é interessante ter uma noção de como esses processos são negociados, e quais seriam as melhores alternativas e oportunidades pra que você possa ter uma condição o mais benéfica possível, dentro é claro do que é considerado adequado com relação ao mercado de trabalho no país. Então a gente vai falar sobre alguns itens específicos que tem a ver com esses processos de negociação de contrato.

Então vamos lá, agora a gente vai falar sobre negociação de alguns itens de um contrato de trabalho alemão e podemos falar também sobre aqueles pontos que já são padrão e por isso, não precisam de entrar em nenhuma negociação que você venha a fazer. Inclusive eu até acho melhor a gente começar por esses itens, porque aqui a gente tem uma estrutura trabalhista legal (legal no sentido de estar dentro da lei) e um sistema de seguridade social que cobre absolutamente todos os trabalhadores, então se você é contratado para realizar um trabalho, isso significa que seguro-saúde, pensão de aposentadoria, licença médica, licença parental, tudo isso é regido por Lei, e as empresas tem que cumprir, então são coisas que você não precisa negociar, porque as empresas normalmente vão seguir à risca o que está na legislação. Por exemplo, o seguro saúde, todo mundo que mora na Alemanha tem que ter um, você simplesmente não pode morar aqui se você não for assegurado, então quando você tem um contrato com uma empresa, a empresa vai fazer o pagamento desse seguro na totalidade junto à seguradora, e vai descontar do seu salário a parte que cabe à você.

Outra coisa que já é definida por lei é o número de dias anuais de férias. Você tem direito a 20 dias úteis de férias por ano, porém a grande maioria das empresas oferece mais: muitas dão 24 dias e outras, que são a maioria, oferecem 30 dias úteis. Bom, em tese, você poderia negociar esses 10 dias úteis aí de diferença (entre 20 e 30 dias), mas por que esse tópico não entra na negociação? Porque isso já é estabelecido pela empresa, de acordo com as suas regras internas, e tem que haver uma equidade entre os funcionários. Então se nós trabalhamos na mesma empresa, não faz sentido eu ter 30 dias de férias e você ter 20. Em alguns casos até existe uma variação, mas isso vai depender na maioria dos casos do tempo de trabalho que você tem na empresa, ou em alguns casos da sua idade; mas não depende da função que você exerce, tá? Então, por isso, férias normalmente não entram nas discussões de negociação de contrato.

Bom, agora com relação ao que pode ser negociado, é claro que a primeira coisa é o salário, e isso a gente nem precisa entrar aqui, porque é sem dúvida o item principal de uma negociação; e caso você não consiga atingir o valor que você tinha em mente, aí é que principalmente você pode se utilizar dos outros itens que a gente vai falar, até pra contrabalancear a questão salarial. O que não significa que se você conseguiu ser super bem-sucedido na definição do valor do salário, você não precisa negociar os outros itens, claro que não, mas se o valor do salário ficou abaixo do que você propôs, aí você vai ter mais poder de barganha na hora de estabelecer esses outros pontos.

Ah… muitas empresas oferecem bônus de performance, então esse é sem dúvida um item totalmente negociável, porque além da variável valor, tem também a variável do objetivo né? Que pode incluir a produtividade, ou alcance de uma meta específica, enfim, como a performance é algo subjetivo, isso acaba trazendo uma maior flexibilidade pra uma negociação.

Outro tópico que está agora mais do que nunca no topo da lista de itens que são negociados é sem dúvida a questão do trabalho remoto. Depois das mudanças de comportamento que todos nós estivemos sujeitos nos últimos tempos, incluindo distanciamento social e outras coisas mais, o home-office tem sido a opção de várias empresas e de vários funcionários também, com algumas exceções, obviamente, isso depende muito do tipo de função, do tipo de atividade que vai ser exercida, mas a possibilidade de trabalhar em casa, gerou uma melhora na qualidade de vida de muita gente; e isso não sou eu que estou falando, a gente pode ter acesso a várias pesquisas que já foram feitas nesse sentido e o resultado de todas elas é muito semelhante. Bom, então grande parte dos contratos que estão sendo assinados atualmente, já contemplam essa questão do trabalho remoto, mas você pode negociar, de acordo com a sua preferencia, de acordo com o que você acha que vai ser mais adequado pra você.

E tem também outras coisas, que a gente pode considerar como benefícios que também podem ser negociados, como por exemplo: subsídio de transporte: muitas empresas pagam parte dos tickets de transporte público utilizados pelos funcionários pra ir pro trabalho, ou oferecem carro, ou pagam o combustível ou parte dele; enfim, há diferentes possibilidades com relação a isso. Algumas empresas, pra incentivar a prática de atividades físicas fazem convênios com academias que oferecem preços com descontos para os funcionários da empresa; ou as empresas pagam parte da sua mensalidade da academia, se você por acaso opta por uma que não é a que tem convenio com a empresa; e isso é considerado um ganho para as próprias empresas, porque em tese um funcionário que tem o hábito de praticar atividades físicas, de se exercitar, tende a ser mais saudável, e consequentemente não vai precisar de se ausentar por licença médica, e ao mesmo tempo vai ser mais produtivo também, né? Ah, tem empresas grandes, normalmente as multinacionais que tem academia nas próprias instalações da empresa, e os funcionários podem utilizar… na verdade isso também varia muito, então, mais uma razão pra ser negociado.

Outro item que vale a pena ser negociado, e que inclusive, é muito bem visto entre as empresas, as multinacionais mais ainda, é um curso de idioma. Ou seja, se você é estrangeiro e vem trabalhar na Alemanha e ainda não fala alemão, ou muitas vezes você até fala alguma coisa, tem aí o nível básico ou intermediário, mas não é fluente no idioma, é super válido se você puder fazer um curso, pra aprimorar seu nível, sua conversação, e obviamente a empresa vai se beneficiar disso, né? E tem empresas que pagam cursos externos, tem empresas que contratam professores pra darem aulas dentro da própria empresa, depende também de cada caso. Então, mais uma vez aqui é um ponto que interessa aos dois lados, e por isso a negociação a respeito disso é totalmente pertinente.

Um ponto que é mega relevante você negociar se você for assinar o contrato no Brasil antes da sua vinda pra Alemanha é a questão do relocation. Se a empresa contratar um serviço de relocation pra te dar o suporte na sua mudança, isso vai facilitar demais a sua vida. Porque assim, a não ser que você tenha muita familiaridade com as burocracias alemãs (o que na maioria dos casos das pessoas que vem a trabalho não acontece), não é simples o processo de alugar imóvel, comprar carro, fazer matrícula de filhos em escola, dar entrada com a sua documentação nos órgãos do governo pra regularizar a sua situação de residente, abrir conta em banco, enfim, são muitas providencias que você vai ter que tomar aí nesse período de transição, e se você tiver suporte de uma empresa que presta esse tipo de serviço pra expatriados, vai fazer certamente muita diferença pra você. Então uma coisa que eu recomendo fortemente que você negocie é um pacote de relocation.

E pra tudo isso, pra todos esses itens que eu mencionei aqui, as empresas conseguem ter incentivos fiscais, ou seja, elas conseguem reduzir esses custos nos impostos que elas pagam, o que torna esse tipo de negociação muito mais fácil.

A gente tem também aqui no canal um vídeo específico sobre contrato de trabalho, onde a gente explica cada item, cada cláusula e o que que você dever observar e ter atenção em cada uma delas, então se você quiser saber mais sobre isso, é só acessar o vídeo, eu vou deixar o link dele fixado aqui em baixo nos comentários também, tá bom?

Então por hoje era isso pessoal, se você gostou compartilhe este artigo na sua rede e cm amigos que tem o interesse em desenvolver uma carreira fora do Brasil em um mercado de referência mundial que é o alemão, lembrando que pra ter acesso ao nosso Paper Back, com as principais informações pra quem está se planejando a mudar pra Alemanha, é só acessar o nosso site www.alemanhaexpress.com, e fazer o download gratuitamente. Obrigado por ter lido este artigo até aqui.

Aline e Cesar

Fonte: Alemanha Express

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *