Alemanha deve diversificar abastecimento “custe o que custar”, alertam analistas

Alemanha deve diversificar abastecimento “custe o que custar”, alertam analistas

A Alemanha é o país europeu que mais energia importa da Rússia. Em troca de gás, petróleo e carvão, Berlim paga pelo menos 50 milhões de euros por dia a Moscovo, com os preços a continuarem a subir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.