Abusos, Ratzinger: vergonha, dor e sincero pedido de perdão

Em uma carta aos fiéis em Munique, na Alemanha, o Papa emérito fala sobre a pedofilia clerical, recorrendo às palavras “mea maxima culpa” repetidas na missa: “Nós mesmos somos arrastados para esta grande culpa quando não a enfrentamos com a decisão e responsabilidade necessárias”

Saiba mais >

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *