Nova Petrópolis, RS, e a cidade paulista de Socorro projetam irmandade

Nova Petrópolis, RS, e a cidade paulista de Socorro projetam irmandade

Entre os dias 31 de outubro e 3 de novembro, Nova Petrópolis recebeu a visita do prefeito Ricardo Lopes e do vice-prefeito Henrique Cézar, do município de Socorro (SP). As autoridades foram recepcionadas pelo prefeito de Nova Petrópolis, Jorge Darlei Wolf, e pelo secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Rodrigo Santos, que apresentou as potencialidades do Município por meio de pontos turísticos e comércios locais. A visita teve o objetivo de formalizar o interesse de Socorro em ter irmandade com Nova Petrópolis.

Em reunião no gabinete do prefeito Jorge Darlei Wolf, os representantes da cidade de Socorro entregaram uma carta de intenções à Administração Municipal de Nova Petrópolis, manifestando o interesse pela irmandade.

Durante a estadia em Nova Petrópolis, Ricardo Lopes e Henrique Cézar visitaram atrativos turísticos como a Experiência Edelbrau, o Memorial Padre Amstad, o Esculturas Parque Pedras do Silêncio e o Parque Aldeia do Imigrante, além de algumas empresas do setor malheiro, a Sicredi Pioneira, a sede da Rota Romântica, o Horto Municipal e a Acinp (Associação Comercial e Industrial de Nova Petrópolis).

A cidade de Socorro, no Estado de São Paulo, apresenta diversas semelhanças com Nova Petrópolis, principalmente no turismo de natureza, agricultura, indústria e comércio. Segundo a Wikipedia, Socorro é um município brasileiro do estado de São Paulo. Situada às margens do rio do Peixe e na Serra da Mantiqueira, Socorro é uma estância hidromineral, a uma altitude de 752 metros, a 135 km a Noroeste da capital. Sua população estimada em 2020 era de 41 352 habitantes, com acentuada ascendência italiana. Atualmente, a economia do município está voltada para o setor de confecções (malharias), agricultura, pecuária e turismo ecológico, esporte de aventura, cicloturismo e mototurismo.”

“O interesse na irmandade com Nova Petrópolis tem com o objetivo de potencializar o desenvolvimento das duas cidades, fomentando a troca de experiências por meio de intercâmbios”, afirma o secretário Rodrigo Santos. Os trâmites legais para a irmandade seguirão, passando pelos poderes Executivo e Legislativo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *