Os pomeranos foram descobertos em 1970

Ivan Seibel*

De uma forma geral, os imigrantes e os descendentes dos pomeranos sempre tiveram uma grande preocupação com a aquisição de terras para seus filhos. Praticamente toda a riqueza gerada durante quase todo o primeiro século do seu estabelecimento no Brasil, foi convertida em herança para os seus descendentes.

Os diferentes ciclos de migração interna e o contínuo recomeço nas novas propriedades, fez com que a prioridade econômica das familias pomeranas continuasse sendo destinada a este fim. Já a partir dessa época, a integração com outros segmentos da população passou a estimular a procura por uma maior ascensão socioeconômica. 

Depois da Segunda Grande Guerra tinha-se a nítida impressão de que muitos valores da sua cultura estavam fadados ao desaparecimento. Já no final da década de 1970, a cultura pomerana, por assim dizer, foi redescoberta e passou a ser veiculada pelos diferentes meios de comunicação disponíveis.

Os pomeranos de hoje começam a valorizar aquilo que até pouco tempo atrás tinham vergonha de mostrar:  O resgate da sua língua, da sua música e das suas danças! E tudo isso deu um novo impulso à valorização da sua gente. Enfim, passaram a sentir orgulho daquilo que fazem, que produzem e que podem representar.  

*Ivan Seibel nasceu no Estado do Espírito Santo e é médico em Venâncio Aires, RS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *