Curso profissionalizante no Colégio Humboldt em São Paulo se adapta ao ensino remoto e estágio home office para 2021

Como nova abordagem desde março, a Formação Profissional Dual propõe uma experiência desafiadora para estudantes que participam das aulas e do período de prática nas empresas parceiras desde casa.

Por conta dos novos desafios no ano escolar de 2020 causados pela crise da Covid-19, pela primeira vez, os estudantes da Formação Profissional Dual do Colégio Humboldt, instituição bilíngue e multicultural (português/alemão) localizada em Interlagos, São Paulo, terão aulas exclusivamente por meio do ensino a distância. E durante o tempo de treinamento prático nas empresas parceiras, os alunos aderiram ao home office – diante da pandemia, a Medida Provisória nº 927 (março de 2020) permite a adoção do trabalho remoto temporário.

“A mudança para o ensino híbrido foi uma experiência completamente nova para nós em 2020, mas tudo funcionou sem nenhum problema, pois o Colégio já havia implementado as plataformas interativas de aprendizagem da Google For Education com muita antecedência”, avalia Sven Paas, Diretor da Formação Profissional Dual no Colégio Humboldt. “O modelo “estagiários em home office” é também completamente novo para nós e em conjunto com nossos parceiros corporativos, estudantes e professores, determinamos e analisamos que havia uma forte necessidade de ação para esta questão”. Ele comenta que desenvolveram um conceito de como planejar o treinamento prático para que os estagiários do curso pudessem aprender com sucesso em casa e participar dos processos da empresa de forma online.

Com 14 novos alunos nos três cursos oferecidos pela Formação Profissional Dual, o de Técnico em Administração, em Logística e em Tecnologias da Informação, o número de estudantes aumentou ainda mais e ao final do primeiro bloco de ensino, esperam formar 19 alunos.

A Formação Profissional Dual é uma grande oportunidade para os jovens. Com as empresas parceiras, muitas vezes multinacionais, eles entram em contato com o mundo dos negócios muito cedo. Por volta dos 17 anos, enquanto seus amigos e colegas de classe da mesma idade passam por uma educação universitária teórica, o Dual oferece a soma entre teoria e a prática. A vantagem é que eles conhecem o mercado de uma forma mais ampla, pois passam por todos os departamentos de uma empresa, têm tarefas diferentes e sabem como os processos funcionam.

“Esta experiência prática precoce ajuda muito posteriormente, mesmo se o aluno quiser ir para a universidade depois”, diz Sven Paas, Diretor da Formação Profissional Dual no Colégio Humboldt. “Eu mesmo completei um programa de formação Dual em uma empresa de logística alemã antes de estudar para ser professor e me beneficio enormemente dessas experiências até hoje”, acrescenta ele. Muitos dos ex-alunos estão agora em posições de chefia no mundo dos negócios, e alguns também já deram o passo de se tornarem autônomos com sucesso. “O método do curso prevê um treinamento acadêmico combinado com um estágio rotativo em empresas parceiras, razão pela qual o chamamos de Dual”, explica Sven Paas.

A formação

São Paulo tem a maior concentração de companhias alemãs fora da Alemanha, com mais de 1.300 empresas. Este é um dos fatores que ajudam a explicar porque um dos maiores institutos de ensino profissionalizante no sistema dual existente fora da Alemanha fica em Interlagos, zona sul da capital paulista, no Colégio Humboldt. O Humboldt Formação Profissional Dual já formou quase 2.000 alunos em seus cursos técnicos, que incluem Administração, Logística e Informática (TI). 

O sistema dual existe há mais de 200 anos na Alemanha e cerca de 60% dos estudantes alemães frequentam cursos profissionalizantes. No país que hoje responde pela quarta maior economia do mundo, a maioria dos alunos do Ensino Médio está matriculada em cursos que utilizam o sistema dual de aprendizagem. Já em relação às incertezas do mercado de trabalho, os cursos profissionalizantes têm se mostrado uma opção para quem deseja se qualificar em uma área.

Os estudantes que cursam a Formação Profissional Dual têm 17 semanas de aulas teóricas no ano, divididas em blocos de até sete semanas, além de um período de prática nas empresas parceiras, que oferecem no mínimo uma vaga para os alunos da formação técnica. Entre elas, estão: AUDI, BASF, Bayer, Boehringer Ingelheim, Brasmetal Wälzholz, Carl Zeiss, C. H. Robinson, Colégio Humboldt, Deutsche Bank, Deugro, Easy Consulting, Evonik, Figwal, Instituto Goethe, Hamburg Süd/Aliança Navegação, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Kühne+Nagel, Lanxess, Leschaco, Lufthansa, Mercedes-Benz, Roto Frank. Dos alunos que se formam no curso, 70% são absorvidos pelo mercado de trabalho e cerca de 60% são contratados pelas empresas onde fizeram a formação prática durante o curso. Por causa da boa empregabilidade é cada vez maior a quantidade de estudantes e companhias interessados nesse tipo de ensino profissionalizante.

A língua alemã é um dos pré-requisitos obrigatórios para os candidatos, que devem ter concluído o Ensino Médio. Além disso, eles também terão aulas em português, inglês e espanhol. Os diplomas são válidos no Brasil e na Comunidade Europeia e para os formandos há também a possibilidade de continuar os estudos na Alemanha, em que os alunos também podem fazer o exame “Fachhochschulreife”, equivalente a um vestibular da Alemanha para ingressar em uma faculdade de Ciências Aplicadas.

Além da possibilidade de internacionalização profissional, os jovens adquirem uma sólida formação prática. As empresas, por sua vez, ganham profissionais polivalentes em línguas, flexíveis e com uma visão organizacional abrangente. 

Sobre a Humboldt Formação Profissional Dual

A Humboldt Formação Profissional Dual, pertencente à Sociedade Escolar Barão do Rio Branco, completou em 2020, 39 anos de sua fundação e já formou quase 2.000 jovens profissionais. Hoje, tem mais de 50 alunos, nos cursos de Administração, Logística e Informática (TI).

Os interessados em frequentar o instituto devem fazer sua inscrição por meio do site www.humboldt.com.br. Os requisitos são: ter mais de 17 anos, possuir certificado de conclusão do Ensino Médio, nível intermediário de alemão e ter disponibilidade para trabalhar em tempo integral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *