Osterbaum enfeita ruas de Timbó

A Prefeitura de Timbó, através da Fundação de Cultura e Turismo, iniciou nesta semana a colocação da decoração de Páscoa, comemorada no dia 4 de abril.  Diferente de outros anos, a decoração contará por poucos elementos, porém carregada de vários sentimentos, com o propósito de passar alegria e afetividade.

A decoração do Parque Central e as apresentações culturais tão tradicionais realizadas pelos nossos grupos musicais, de contação de histórias e de dança, o Festival de Cucas e a Caça aos Ovos, não acontecerão, seguindo os protocolos de segurança devido à pandemia da COVID-19.

Para não deixar a data passar em branco a Fundação Cultural, através de seus colaboradores, preparou uma decoração lúdica, colorida e festiva através de guirlandas decoradas com coelhos, flores de girassóis e cenouras.

Neste ano, a Avenida Getúlio Vargas vai receber um dos mais importantes símbolos da Páscoa na Alemanha, herança ainda mantida e repassada há gerações pelos imigrantes alemães em nossa região: a Osterbaum. Serão 30 Árvores de Páscoa, nas quais há mais de 2 mil casquinhas que vão enfeitar a avenida da cidade.

“À parte também foi desenvolvida uma ação em parceria com a Secretaria da Educação, com ovos pintados à mão pelas crianças dos Núcleos de Educação Infantil NEIs), que irão decorar os espaços da biblioteca e da Prefeitura Municipal de Timbó”, explica o diretor-presidente da FCT, Jorge Ferreira.

A Caça aos Livros já começou!

A tão esperada “Caça aos Ovo”, que chegou a atingir a participação de quase 2 mil crianças na última edição do evento de Páscoa em 2019, neste ano não será realizada, devido a Covid-19. Mesmo assim, em tempos onde é preciso se reinventar, surge neste ano o projeto “Caça aos Livros — a Doce Páscoa do Conhecimento”, numa ação inédita da Biblioteca Municipal Professor Péricles Prade.

A ação tem o objetivo a troca de livros por ovos de chocolate, movimentando livros que estão sem leitura nas residências, promovendo o incremento do acervo da Biblioteca, bem como a troca de livros em ações futuras.

“Aqui valorizamos o papel da Biblioteca de se fazer presente na comunidade, como uma opção interessante de lazer e cultura em tempos onde se preserva o distanciamento social, abrangendo público de todas as idades. Vale lembrar que os livros, novos ou usados deverão estar em bom estado de conservação, e passarão por uma avaliação da Bibliotecária da Fundação Cultural”, destaca a bibliotecária Soraia Felipi.

O projeto, que iniciou no dia 1º e encerra no dia 31 de março, seguirá algumas regras e irá realizar um sorteio online. Saiba todas as informações a respeito dessa ação clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *