Imigração europeia – por Ivan Seibel – comentário ahai 1370, bl 03

Apesar da presença destes, ainda ocorreram “importações” de grupos populacional originários de outros países e continentes. Fato este acontecido não apenas no Brasil como no restante do mundo.

Como exemplo disto, na construção do Brasil, pode-se citar os mais de cinco milhões de silvícolas brasileiros, que, através do processo de miscigenação ou mesmo de “eliminação”, ao longo dos séculos sistematicamente foram sendo transformados nos cerca de duzentos mil indivíduos que hoje restaram em nosso país.

Também ao longo de dois do três séculos, aconteceu a “importação” de mão de obra escrava africana.  Já em uma situação mais planejada e amparada tanto em uma política de reposição da mão de obra escrava cada vez mais carente em decorrência da abolição da escravatura, como também visando o “branqueamento” da população brasileira, uma nova “importação” de mão de obra branca livre teve inicio há menos de duzentos anos atrás.

Pretendia-se também preencher os grandes descampados populacionais como a Serra Capixaba, o Pampa Sul-rio-grandense e as Montanhas Catarinenses.

 

Ivan Seibel  

Reg. Prof. MTb 14.557

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *