Um movimento de alfabetização de adultos – por Ivan Seibel*

Tinha como objetivo único ensinar a ler e a escrever, sem qualquer preocupação com a formalização de um núcleo oficial de ensino. Com o auxílio de amigos e vizinhos construiu-se as classes, e se adequou um local em uma pequena sala do armazém de café.

Assim foi formada a primeira turma da escolinha de estudantes adultos. Foi um grupo heterogêneo de cerca de doze pessoas, cujas idades variavam desde os 20 até 50 anos. Eram vizinhos e velhos conhecidos que queriam melhorar a sua escrita, a sua leitura a sua matemática elementar. Como professor conseguiram um voluntário da Vila mais próxima o qual se deslocava três vezes por semana até seu novo local de trabalho, além de outro voluntário, estudante de segundo grau, o qual durante as suas férias escolares também passava a dar a sua contribuição.

Não se tinha outros materiais que pudessem enriquecer este processo de ensino aprendizado. Tudo havia sido feito de improviso. O giz era adquirido em uma “venda” próxima. Cada aluno trazia os seus cadernos e canetas. A energia elétrica era fornecida pelo aluno e também proprietário do prédio da escola. Alguns anos mais tarde, depois da oficialização desta metodologia de ensino pelo Mobral, esta escola, criada com muita determinação e vontade própria de alguns abnegados, deparou-se com alguns entraves burocráticos relacionados à habilitação de professores e ao cumprimento de determinadas metas para o recebimento de material didático.

Isto fez com que o local de ensino fosse transferido para a Vila mais próxima e os alunos substituídos por outros provenientes daquele núcleo urbano. Isto lamentavelmente foi o início do fim de mais um empreendimento bem-sucedido, gerenciado por voluntários abnegados e que terminou sufocado pelos entraves burocráticos.

 *Ivan Seibel, Reg. Prof. Mtb 14.557, natural do Espírito Santo, é médico em Venâncio Aires, RS, escritor (“Imigrantes a duras penas”, entre outros), comentarista do programa radiofônico semanal AHAI – A Hora Alemã Intercomunitária > bl 03, colunista www.brasilalemanha.com.br e editor de Folha Pomerana Express >
Acessse o Informativo > https://folhapomeranaexpress.blogspot.com.br/*Ivan Seibel, Reg. Prof. Mtb 14.557, natural do Espírito Santo, é médico em Venâncio Aires, RS, escritor (“Imigrantes a duras penas”, entre outros), comentarista do programa radiofônico semanal AHAI – A Hora Alemã Intercomunitária > bl 03, colunista www.brasilalemanha.com.br e editor de Folha Pomerana Express >
Acessse o Informativo > https://folhapomeranaexpress.blogspot.com.br/

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *