O Direito nas trilhas da literatura

Hora do café da manhã, preparação para iniciar mais uma semana e, inesperadamente, a campainha toca. Quem será? Você abre a porta e lá estão dois homens que adentram em sua residência, afirmando que você está preso por cometimento de um crime que não pode ser revelado, submetendo-o a um longo interrogatório e devendo acompanhar o prosseguimento de um feito processual.

Isso aconteceu com Josef K., o protagonista da obra “O processo” de Franz Kafka. Um bancário que afirma não ter cometido nenhum crime e questiona a todo tempo o porquê de ter sido condenado. Enquanto isso, o sistema processual penal silenciava e seus operadores não poderia responder a nenhuma indagação do réu. E assim segue a narrativa, com o desespero e temor do personagem e a curiosidade e ansiedade do leitor.

Mas, e no Brasil? Essa cena poderia acontecer?

 

Saiba mais >>>

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *