Visitante do parque Mini Mundo sugere a construção de Machu Pichu

Em visita ao parque Mini Mundo em novembro do ano passado, a advogada peruana Carolina Alvarado Ortiz surpreendeu-se com a beleza do parque e das obras arquitetônicas da humanidade, reproduzidas sempre em escala 1:24 (24 vezes menor que a original). De volta ao Peru, Carolina teve a ideia de sugerir à direção do parque a construção de Machu Pichu, bem como do Cristo Redentor, ambos destacados entre as Sete Maravilhas do Mundo da atualidade, em evento realizado no estádio da Luz, Lisboa, em 7 de julho de 2007.

 

Na semana passada, foi a vez de Carolina surpreender a direção do Mini

Mundo: ela voltou ao parque trazendo na bagagem, desde o Peru, alguns

presentes: uma maquete de isopor de Machu Pichu, uma placa referente à doação e uma coroa de flores da tradição dos povos da Serra do Peru, que representa o desejo de proteção para o lar que a recebe.

 

“Os presentes e a segunda visita de Carolina nos deixaram muito felizes, emocionados e com muita vontade de retribuir tanto carinho”, disse a diretora Jussara Höppner. Segundo ela, a reprodução pela Oficina Mini Mundo depende de uma série de estudos e demanda um bom tempo. “Vamos estudar qual a melhor forma e qual o melhor lugar para exposição!”, disse ela.

 

“Gostei muito do Mini Mundo. Vi a miniatura do Aeroporto de Bariloche, além das réplicas de outros prédios da América e pensei que Machu Pichu, por ser uma das Sete Maravilhas do Mundo, assim como o Cristo Redentor, talvez pudesse receber uma maquete. O presente que ofereci não é exatamente na escala e na técnica do parque, mas representa um desejo do Peru estar aqui também presente”, disse ela.

 

Machu Pichu, chamada “cidade perdida dos Incas”, é uma cidade pré-colombiana

 

bem conservada, localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude, no vale do rio Urubamba. Foi construída no século XV, sob as ordens de Pachacuti. Cerca de 30% das construções da cidade são ainda originais, formadas por grandes rochas,  com encaixes pouco espaçados. O restante foi reconstruído, de acordo com registros obtidos ao longo do tempo.

 

Assessoria de Imprensa – Ana Maria Cemin – MTB 6574

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *