As fotografias amazônicas do alemão Christoph Albert Frisch

Frisch esteve na floresta em 1867, na ocasião em que o engenheiro Joseph Keller e seu filho Franz Keller-Leuzinger – também fotógrafo, desenhista e pintor, além de genro de Georges Leuzinger – dirigiram-se à região dos rios Madeira e Mamoré, onde se pretendia construir uma estrada de ferro.

Assim, podemos afirmar que não se conhece, até aqui, qualquer iniciativa no Brasil anterior à de Frisch, que teria realizado uma extensa documentação dos índios, em seu próprio habitat, ao longo do rio Amazonas, em 1867.

Saiba mais >>> acessando as páginas da Biblioteca Nacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *