170 Projetos do Rio de Janeiro concorrem ao Deutsche Bank Urban Age Award

170 projetos do Rio de Janeiro concorrem ao Deutsche Bank Urban Age Award
26-08-2013

Deutsche Bank Urban Age AwardA sexta edição do Deutsche Bank Urban Age Award, criado para encorajar iniciativas que melhoram a qualidade de vida em ambientes urbanos, recebeu 170 candidaturas da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

As iniciativas recebidas refletem os esforços e a criatividade dos cariocas para enfrentar os desafios sociais e urbanos de sua cidade. Os projetos também revelam cooperações significativas entre inúmeros agentes tais como universidades, autoridades locais, iniciativas comunitárias, indivíduos atuantes e programas governamentais.

O grande número de inscritos também representa uma grande gama de projetos: as iniciativas cabem em inúmeras categorias tais como educação, cultura, meio ambiente, espaço público, geração de economias locais e integração social.

O vencedor será escolhido por um júri independente e interdisciplinar, composto por especialistas internacionais e figuras proeminentes do Rio de Janeiro com conhecimento específico sobre as diversas comunidades urbanas. O prêmio de 100.000 dólares será apresentado em 23 de outubro de 2013.

Deutsche Bank Urban Age AwardO Deutsche Bank Urban Age Award foi iniciado para reconhecer e celebrar soluções criativas aos problemas e oportunidades enfrentados por mais da metade da população vivendo em cidades atualmente. Por esse motivo, o prêmio foca em projetos que beneficiam comunidades e residentes locais, melhorando seus ambientes urbanos. Foi criado para encorajar cidadãos, formadores de opinião, empreendedores e organizações não governamentais a assumirem um papel proativo para forjar a divisão das responsabilidades em cidades no século 21 – a primeira "Era" verdadeiramente urbana. O prêmio é organizado pela Alfred Herrhausen Society, do Deutsche Bank, em associação com o programa LSE-Cities (London School of Economics and Political Science).

O primeiro prêmio foi apresentado em Mumbai em 2007, seguido por São Paulo (2008), Istambul (2009), Cidade do México (2010) e Cidade do Cabo (2012). Iniciativas destas cidades foram compiladas em "Handmade Urbanism" (em português, urbanismo feito à mão), um livro e exposição que mostra as iniciativas. A exposição, que também inclui um mapa de projetos compilados no Rio de Janeiro neste ano, pode ser vista no Studio-X (Praça Tiradentes, 48, Centro) até 6 de setembro de 2013.

A cerimônia de premiação ocorrerá antes da abertura da Conferência do Urban Age, organizada por LSECities e Deutsche Bank's Alfred Herrhausen Society, que ocorrerá no Rio de janeiro de 24 a 25 de outubro de 2013. Como nos eventos anteriores em Londres, Istambul, Hong Kong, Mumbai, Cidade do México e Nova Iorque, a conferência do Rio reunirá líderes globais, investidores, designers, pesquisadores e ativistas para discutir pontos chave enfrentados pela sociedade urbana atual. O principal foco da conferência será o impacto urbano de projetos de larga escala e iniciativas de escala local – de forma positiva e negativa – no bem estar social e econômico de seus habitantes.

 

NOTAS:

Sobre o LSE CITIES

LSE Cities é um centro internacional da London School of Economics and Political Science financiado pelo Deutsche Bank que desenvolve pesquisa, educação e atividades acadêmicas em Londres e fora da Inglaterra. Sua missão é estudar como pessoas e cidades interagem in um mundo em processo de rápida urbanização, focando em como o desenho de cidades impacta a sociedade, a cultura e o meio ambiente. Através de pesquisa, conferências, ensino e projetos, o centro ambiciona criar novas ideias e práticas sobre como fazer cidades mais justas e sustentáveis para a próxima geração de habitantes, que em 2050 representará 70 por cento da população global.

Sobre a Alfred Herrhausen Society

A Alfred Herrhausen Society é uma organização sem fins lucrativos, o fórum internacional do Deutsche Bank. Ela foca em novas formas de governança em resposta aos desafios do século 21.

A Alfred Herrhausen Society procura por traços do futuro no presente e conceitualiza temas relevantes para análise e debate. Trabalha com parceiros internacionais de campos diferentes que incluem a política, academia e negócios, para organizar fóruns de discussão em todo o mundo. Encoraja a formação de redes internacionais e constrói instituições temporárias para ajudar a encontrar melhores soluções aos desafios globais. Tem como alvo formadores de opinião e tomadores de decisão, mas também procura fazer seu trabalho acessível para uma grande audiência.

A Sociedade é dedicada ao trabalho de Alfred Herrhausen, um ex porta-voz do conselho de diretores do Deutsche Bank, que advogava sobre a ideia de responsabilidade social corporativa de forma exemplar até seu assassinato por terroristas em 1989.

A Alfred Herrhausen Society é uma expressão do comprometimento mundial do Deutsche Bank com a sociedade civil.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.