Joinville comemora 162 anos de fundação – por Nelci Terezinha Seibel

Reinauguração do Museu das Bicicletas, duas apresentações do Balé Bolshoi, homenagem aos imigrantes no Cemitério do Imigrante, tombado pelo Patrimônio Histórico Nacional – IPHAN foram algumas das atividades comemorativas.

Tudo isso sem falar na inauguração da fábrica GM, que acrescentou não só empregos, mas também economia e status industrial à cidade de Joinville.

Restauro da Casa Fleith

Foto IPHAN

Nada comparável a Pomerode, que tem 240 exemplares de construções enxaimel. Mas Joinville também possui algumas, autênticas. Uma delas é a centenária Casa Fleith, localizada na Estrada do Pico, no Distrito de Pirabeiraba que, após dez meses de obras de restauração, foi entregue aos seus proprietários Osni e Idenilda Fleith, pela Fundação Cultural de Joinville e Iphan, dentro da programação de aniversário da cidade. Tombada pelo Estado em 1998 e pelo Instituto de Patrimônio Histórico Nacional – IPHAN, nela foram investidos mais de R$ 390 mil reais, verba disponibilizada pelo IPHAN. Pelas estimativas, a casa foi construída em 1913. Todo o processo de restauro foi acompanhado pelos arquitetos da Coordenação de Patrimônio da Fundação Cultural e do Iphan.

Fonte: Nelci Terezinha Seibel, editora de Coluna da Nelci
Contato: nseibel@terra.com.br
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *