Inscrições abertas para participação no estande Brasil IT+ na CeBIT 2013

 

Estande Brasil IT+ na CeBIT 2012

São Paulo, 18 de janeiro de 2013 – “Shareconomy” é o tema central da  CeBIT  2013 (www.cebit.de/home), o maior evento de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do mundo e que este ano será realizado de 5 a 9 de março em Hannover, na Alemanha. Nesta edição, a programação colocará em evidência as diversas visões sobre as ferramentas de compartilhamento do conhecimento e as plataformas de colaboração e de comunicação.

Pela 14ª vez consecutiva, a Associação para Promoção do Software Brasileiro – SOFTEX (www.softex.br) coordena a participação das empresas brasileiras por meio do programa de internacionalização competitiva de software e serviços de TI, realizado em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex-Brasil (www.apexbrasil.com.br). A organização do pavilhão está a cargo da SOFTSUL (www.softsul.org.br), agente da SOFTEX no Rio Grande do Sul.

Na visão de Adriana Martins, diretora de operações da SOFTSUL e à frente desta iniciativa desde o ano 2000, “a CeBIT é uma importante e consolidada plataforma de negócios para as empresas brasileiras de TIC. A presença continuada do Brasil nos últimos 13 anos não somente gerou muitas oportunidades como também permitiu, em 2012, a sua participação na condição de país parceiro”, destaca.

A participação brasileira na CeBIT tem como objetivo a inserção dos softwares e dos serviços de TIC brasileiros no mercado internacional, bem como a promoção da marca Brasil IT+, que identifica a indústria brasileira de TI no exterior.

As empresas podem participar em modalidades que permitem a utilização da infraestrutura do estande: expositora no Pavilhão Coletivo Brasil IT+; participante nos Encontros de Negócios e prospectora. Empresas sediadas no Rio Grande do Sul contam com o apoio financeiro da Secretaria do Desenvolvimento e Promoção do Investimento (SDPI) para a sua participação.

Desde 2010, a área de exposição do Brasil na feira tem sua organização dividida em quatro trilhas diferenciadas: a CeBIT pro, orientada ao usuário profissional; a CeBIT gov, voltada aos usuários do setor público; a CeBIT life, para os profissionais e interessados em tecnologia; e a CeBIT lab, plataforma para as universidades e institutos de pesquisa.

“Depois de uma participação histórica como país parceiro da CeBIT no ano passado, nossa meta é organizar novamente uma delegação que reflita a expertise do Brasil como um provedor de tecnologias consistentes, avançadas, inovadoras e de alcance global. Em 2012, a marca Brasil IT+ recebeu uma projeção mundial sem precedentes e acreditamos que tal exposição se refletirá em novos negócios, na formação de parcerias e na realização de benchmarking para as nossas companhias também nesta edição”, destaca Marcos Mandacaru, vice-presidente executivo da SOFTEX.

Em 2012, a CeBIT recebeu 339 mil visitantes de mais de 110 países, 500 CIOs de empresas internacionais e fomentou a realização de mais de 7mil contatos de negócios.
Para informações detalhadas sobre cada uma das modalidades de adesão oferecidas, valores de investimento e sugestões de pacotes aéreos e terrestres especialmente estruturados, entre em contato com a SOFTSUL pelo e-mail operacoes@softsul.org.br ou pelo telefone (51) 3346-4422.

CONHEÇA A SOFTEX (www.softex.br) – A Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro – SOFTEX é gestora, desde a sua criação em 1996, do Programa para Promoção da Excelência do Software Brasileiro – Programa SOFTEX, considerado prioritário pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). É uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) que tem como objetivo executar atividades de apoio, desenvolvimento, promoção e fomento para a Indústria Brasileira de Software e Serviços de TI, sempre pautada pelas seguintes diretrizes: disseminação e auxílio à implantação das melhores práticas em desenvolvimento de software e gestão empresarial, capacitação de recursos humanos para o setor; auxílio à obtenção de recursos financeiros junto a fontes públicas e privadas; produção e disseminação de informações qualificadas sobre e a indústria brasileira de software e serviços de TI; apoio ao empreendedorismo e à inovação; formulação de políticas de interesse do setor; e apoio à criação e ao desenvolvimento de oportunidades de negócios tanto no Brasil como no exterior. O “Sistema SOFTEX” reúne mais de 2.000 empresas de todo o território nacional e é integrado por uma ampla rede formada por 20 Agentes regionais que prestam apoio e orientação local às empresas em seu entorno. As ações da SOFTEX contam com o apoio institucional, técnico e financeiro de diversas entidades, entre as quais ABES, ABDI, Abinee, Abragames, Abvcap, Apex-Brasil, Anprotec, Assespro, BID, BNDES, Brasscom, CNI-SESI-SENAI, CNPq, Embrapa, Fenadados, Fenainfo, Finep, Frente Parlamentar de Informática, IBGE, INPI, SBC, Sebrae,  Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Ministério da Cultura (MinC), Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ministério das Relações Exteriores (MRE) e Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

CONHEÇA A APEX-BRASIL (www.apexbrasil.com.br) – A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) tem a missão de desenvolver a competitividade das empresas brasileiras, promovendo a internacionalização dos seus negócios e a atração de investimentos estrangeiros diretos. A Apex-Brasil é uma agência do governo brasileiro vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). A Apex-Brasil apoia, atualmente, cerca de 13 mil empresas de 81 setores produtivos da economia brasileira, que exportam para mais de 200 mercados. Em parceria com entidades setoriais, a Agência organiza ações de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais e visitas de compradores estrangeiros e de formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira. Também produz estudos de inteligência comercial e competitiva com o objetivo de orientar as decisões das empresas nacionais sobre o ingresso em mercados internacionais. A Agência também coordena os esforços de atração de investimentos estrangeiros diretos (IED) para o País, trabalhando na identificação de oportunidades de negócios e na promoção de eventos estratégicos e garantindo apoio ao investidor estrangeiro durante todo o processo no Brasil. O objetivo é atrair capitais produtivos de empresas estrangeiras que possam incorporar inovações tecnológicas e novos modelos de gestão de negócios e adensar cadeias produtivas. A Apex-Br asil preside a Associação Mundial das Agências de Promoção de Investimentos (WAIPA).

MLP Assessoria de Imprensa
Mário Pereira (MTB. 11.549) – mario@mlpcom.com.br
Karen Kornilovicz ( MTB. 25.744) – karen@mlpcom.com.br
Tel.: (11) 3064-8066

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *