Coro Masculino 25 de Julho comemora seu 63º Natal

Reportagem de Arlindo Mallmann arlindomac@yahoo.com.br 

Da mesma forma, os ex-cantores ou as suas viúvas foram convidados, como de habito, a participar do encontro.

Foto Arlindo Mallmann

Cláudio Inácio Butzen, diretor do Coro, saúda os convidados

A vida de cantor acumula muitas recordações de concertos e viagens realizados no decorrer da existência do Coro. E as recordações são muito variadas, inclusive no tempo. Como o coro é composto de cantores de muito e de pouco tempo de participação, os cantores mais antigos têm muito mais a lembrar e a recordar. As recordações são de turnês realizadas dentro do Rio Grande do Sul, em Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Tocantins, Mato Grosso e Amazonas. Tem ainda as turnês pela  Argentina e Uruguai, a viagem ao Paraguai e a viagem ao Chile em 2002.

As viagens para a Europa aconteceram em 1989, 1991, 1997, 2001 e 2009. Foram turnês muito interessantes e instrutivas. Cantar em catedrais como a de Notre Dame de Paris, de Colônia, de Luxemburgo ou em igrejas barrocas é emoção para a vida inteira.

O jantar deste ano de 2012 foi preparado pelo Restaurante de Vilmar, muito conhecido e estimado por serviços prestados em outros tempos no 25 de Julho. Em anos anteriores, a tradição costumava pedir um prato à base de pato, mas o cardápio de saladas, carnes de frango, gado e peixes, com os devidos acompanhamentos, satisfizeram plenamente os convidados. Por  fim, uma sobremesa de salada de fruta com sorvete. A cerveja não reinou soberana, como em outras épocas, graças à conscientização por um trânsito mais seguro.

O diretor do Coro, Cláudio Inácio Butzen lembrou os 50 anos de vida coral do colega Günther Schubert e disse que o mesmo fez por merecer a Agulha de Ouro comemorativa da DSB, Deutsche SängerBund, Federação Alemã de Corais, que lhe foi entregue e afixada pela presidente do Centro Cultural 25 de Julho, Verônica Sônia Kühle. O colega Schubert foi muito aplaudido pela efeméride e também pelas destacadas qualidades pessoais.

Foto Arlindo Mallmann

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *