Colunistas

Pedro Paulo Mendes Kling
22/01/2017 - 23:45

Boa noite, voces tem toda a genealogia da familia kling, se tiverem podem enviar via email para minha pessoa, grato


Ernesto Shelling Neto
21/01/2017 - 11:28

Bom Dia senhoras e senhores,

Gostaria de ter contato com alemāes ou pessoas que moraram na Alemanha e que moram em Recife/Pernambuco
Telefones para contato: 081-30380772, 081-982456877 ou
013-991789297
Muito obrigado, ich würde mich sehr freuen!


Ernesto Shelling Neto
21/01/2017 - 11:27

Bom Dia senhoras e senhores,

Gostaria de ter contato com alemāes ou pessoas que moraram na Alemanha e que moram em Recife/Pernambuco
Telefones para contato: 081-30380772, 081-982456877 ou
013-991789297
Muito obrigado, ich würde mich sehr freuen!


Mariluce
18/01/2017 - 22:50

Prezados Senhores, gostaria de como proceder para conseguir informações de meu bisav ô, que veio da Alemanha, Berlim. Contudo, não tenho passaporte dele. Somente achei a certidão de casamento. como posso proceder para também conseguir informações dos familiares dele.
Grata pela atenção.
Mariluce S. Grutzmann


Rita Barbara de Saiba Berwian
18/01/2017 - 10:53

Gostaria de deixar meu email disponível para contato sobre a família Berwian/ Bervian/ Barbian em relação a data de encontros da família, brasão, dados gerais, entre outros. O próximo será em 21/10/2018, temos livros lançados sobre a arvore genealógica de Nikolau Berwian, primeiro imigrante da família a chegar no Brasil e também dados dos outros que vieram, Peter e Johann., Agradeço a este site por manter as nossas tradições e laços entre a imigração, tradição e família.


Ernesto Shelling Neto
16/01/2017 - 21:19

Ich bin Ernesto Shelling Neto, und ich lebe ungefähr 3 in Recife.
Ich möchte gerne Kontakt mit Leuten dass es Deutsch sprechen wollen.
Ich vermisse die Sprach deswegen suche ich etwas so.
Ich würde mich sehr auf Ihre Rückmeldung.


HILEGARDE MARIA ROHDE
13/01/2017 - 18:32

Olá, gostaria de saber como fazemos para colocar a data do encontro da família Pedro Rohde deste ano no site, pois queremos fazer o convite a todos os descentes.


Sílvio Aloysio Rockenbach
08/01/2017 - 19:35

Amigo Nélio Schmidt,
obrigado pela leitura atenta da matéria sobre as '10 vitórias do presidente Maduro', da Venezuela. Entendo sua indignação. Também não compartilho com as ideias ali expressas. Por isso mesmo, já coloquei previamente a palavra Opinião. Não é por compartilhar ou não as ideias ali expressas que as publiquei, mas sim para que o leitor adulto veja e sinta os malabarismos que seus defensores fazem para defendê-las. BrasilAlemanha não é um portal para obviedades aceitas e aplaudidas por um certo segmento, à espera de uma papinha saborosa, mas sim um ponto de encontro para a construção de consensos a partir de teses, antíteses e sínteses. Todo o resto é luta de trincheiras, em que cada um tem e defende a 'sua' verdade, e a verdade dos outros tem matizes de rejeição que chegam à qualificação de lixo. Mesmo sendo lixo, sempre é interessante ver e conhecer como as pessoas chegam a conclusões tão diferentes das nossas. Amigo, continue lendo os eventuais lixos, pois precisamos...terminou o espaço!!!!!


Vera Lucia Mehl Ribas
08/01/2017 - 18:30

Procuro dados sobre minha trisavó Christine (Galemberg, Galaubeck, Goubeck) Mähl / Mehl
Segundo conto de família ela ficou em Limeira com um filho chamado Eduard


Mariane Ferreira Brga
08/01/2017 - 03:51

Procuro informações sobre a minha vó Catharina Thimm

nascida em Essesn na alemanha em 1902
vinda para o brasil 1904
com meus avó Karl Thim e Luisa Thim


Marcela Elias Santos
04/01/2017 - 10:16

Bom dia!!!
Meu nome é Marcela - sou mestrando do programa de pós-graduação de Psicologia da USP de Ribeirão Preto. Estou realizando uma pesquisa fascinante - com o apoio da FAPESP, inclusive - acerca de uma imigrante alemã que veio para o Brasil no século XIX.
Estou à procura de maiores informações sobre ela para enriquecer minha coleta de dados.
Será que vocês poderia me ajudar?
A seguir, descrevo resumidamente o meu trabalho:
Bom dia, Johann!
Seguem algumas informações sobre a minha pesquisa de mestrado, realizada na USP de Ribeirão
Preto (SP).
A pesquisa se intitula: “Memórias autobiográficas e cartas de Claire Lange: uma análise fenomenológica”
Consta de uma análise das cartas e das memórias escritas por Claire aos familiares alemães desde o momento em que chegou ao Brasil até a sua morte.
Não há espaço para escrever mais... há algum e-mail específico para que eu possa enviar todas as informações?
Grata:
Marcela*


Vilmar Arlindo Schuch
29/12/2016 - 22:47

Não estou recebendo o Brasil Alemanha.
Agradeceria voltar a receber.
Um grande Abraço
Vilmar A.Schuch
Porto Alegre


GenealogiaRS - Pesquisas Teuto-Brasileiras
15/12/2016 - 12:06

Aprenda como fazer pesquisas de seus antepassados, lendo as nossas dicas, em:

https://www.genealogiars.com/noticias/orientacoes-sobre-como-pesquisar-e-perguntar

https://www.genealogiars.com
https://www.facebook.com/groups/genealogiars
https://www.youtube.com/channel/UCjJV00b65XIib0q8MDbCdUg

Nélio J. Schmidt - Diretor
nelioschmidt@gmail.com
.


Mateus Graner
12/12/2016 - 15:53

Caros, eu estou em processo para tirar a cidadania alemã. Assim, eu gostaria de sanar algumas questões relacionadas a história da imigração da minha família. Vocês poderiam indicar algum profissional nessa área?

Obrigado

Abs,

Mateus


Fabio Nascimento
12/12/2016 - 10:58

Os links Cultura Alema, Lingua Alema nao estao funcionando.

Agradecco antecipadamente.

Atenciosamente,

Fabio Nascimento


Rafael Pedreca
11/12/2016 - 21:30

Boa noite!
Meu nome é Rafael, moro em SP.
Minha namorada é alemã e está pensando em
iniciar uma vida aqui no Brasil, porém estamos
com receio quanto a sua mudança e se irá se
acostumar com o nosso país ou não.
Será que alguém poderia nos dar alguns conselhos
A respeito?


CARLOS OSCAR DOS SANTOS JUNIOR
11/12/2016 - 21:17

Boa noite procuro minha família por parte Alemã. Meu bisavô veio pra Sergipe e casou com minha avó. O nome do meu bisavô é Oscar Backhaus.


Adriana Pastorello Flöck
11/12/2016 - 15:55

Prezados Senhores,


Primeiramente, gostaria de me apresentar e oferecer-lhes meu trabalho como intérprete intercultural.
Meu nome é Adriana Pastorello Flöck, sou brasileira e moro na Alemanha há 20 anos, numa cidade próxima a Frankfurt. Me formei em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (FAU-USP),  e tenho me concentrado nos últimos anos em trabalhos de tradução, interpretação (portugues-alemao) e aulas de português. 

Atualmente estou desenvolvendo um projeto de recepção e acompanhamento de brasileiros que vêm à Alemanha a trabalho ou mesmo a turismo. Meu foco é o acompanhamento de grupos pequenos, atuando principalmente como intérprete e oferecendo apoio, caso necessário, na reserva de hotéis e transporte.

Tenho experiência como intérprete/recepcionista em feiras internacionais, tendo trabalhado nos estandes das empresas Nadir Figueiredo e Arte Minas Brasil (Feira Ambiente - Frankfurt), Sindmóveis de Bento Goncalves (Feira Interzum - Colônia) e Global Equus (Feira Equitana - Essen).


Adriana Pastorello Flöck
11/12/2016 - 15:54

Prezados Senhores,


Primeiramente, gostaria de me apresentar e oferecer-lhes meu trabalho como intérprete intercultural.
Meu nome é Adriana Pastorello Flöck, sou brasileira e moro na Alemanha há 20 anos, numa cidade próxima a Frankfurt. Me formei em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP (FAU-USP),  e tenho me concentrado nos últimos anos em trabalhos de tradução, interpretação (portugues-alemao) e aulas de português. 

Atualmente estou desenvolvendo um projeto de recepção e acompanhamento de brasileiros que vêm à Alemanha a trabalho ou mesmo a turismo. Meu foco é o acompanhamento de grupos pequenos, atuando principalmente como intérprete e oferecendo apoio, caso necessário, na reserva de hotéis e transporte.

Tenho experiência como intérprete/recepcionista em feiras internacionais, tendo trabalhado nos estandes das empresas Nadir Figueiredo e Arte Minas Brasil (Feira Ambiente - Frankfurt), Sindmóveis de Bento Goncalves (Feira Interzum - Colônia) e Global Equus (Feira Equitana - Essen).


Josué
09/12/2016 - 14:12

.... ola, moro e, uma cidade que está vendendo uma cerveja artesanal chamada de "BUCOVINA" até aí, tudo bem, o pior que os proprietários estão querendo registrar o nome BUCOVINA, mas eu como sou casado com uma Bucovina não estou de acordo pois se eu começar a chamar todos os bucovinos para conversar vou ter que pagar para os donos do registro pois eles estão registrando o nome de um povo... e isso não é justo. Agora eu pergunto: Isso é legal???


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia