Colunistas

13/02/2016

Uma nova alemã para o mundo odiar - por Vilma Gryzinski, de Veja

Agora que Angela Merkel é boazinha, líder de direita ocupa o lugar dela.

Saiba mais >>>



Comentários

deslogado
Adonai de Oliveira Santos 18/01/2018, às 15:21

A Alemanha historicamente, demonstrou sua capacidade de realizar grandes feitos no mundo.Não entro no mérito desses feitos, se positivos ou não, mas sim para atentar às pessoas para a capacidade que o povo alemão tem de se enganjar em uma causa e trasforma-la em algo grandioso, com resultados expressivos mundialmente. Há algum tempo venho tentando chamar a atenção das autoridades alemãs. Através do envio de vários emails. direcionados a diferentes setores da administração publica da Alemanha, com objetivo de propor alternativas e estratégias para uma maior influência da Alemanha no Brasil, que, ao meu ver seria extremamente produtivo e compensador para ambos os países. Diante da agressiva política expansionista da China, presente em vários países de diversos continentes. A presença alemã viria como elemento balanceador e moderador nesta relação. Até agora não tive sucesso,. Peço aos senhores que me auxiliem no sentido de que minhas proposituras sejam, ao menos submetidas ao crivo de

deslogado
Adonai de Oliveira Santos 18/01/2018, às 15:21

A Alemanha historicamente, demonstrou sua capacidade de realizar grandes feitos no mundo.Não entro no mérito desses feitos, se positivos ou não, mas sim para atentar às pessoas para a capacidade que o povo alemão tem de se enganjar em uma causa e trasforma-la em algo grandioso, com resultados expressivos mundialmente. Há algum tempo venho tentando chamar a atenção das autoridades alemãs. Através do envio de vários emails. direcionados a diferentes setores da administração publica da Alemanha, com objetivo de propor alternativas e estratégias para uma maior influência da Alemanha no Brasil, que, ao meu ver seria extremamente produtivo e compensador para ambos os países. Diante da agressiva política expansionista da China, presente em vários países de diversos continentes. A presença alemã viria como elemento balanceador e moderador nesta relação. Até agora não tive sucesso,. Peço aos senhores que me auxiliem no sentido de que minhas proposituras sejam, ao menos submetidas ao crivo de

deslogado
Ribs 14/03/2016, às 04:45

O texto, apesar de ser da Veja, é bem escrito. Mas dizer que a polícia dá pancada no Pegida é uma mentira fruto de falta de informação ou má-fé

deslogado
Claudio 15/02/2016, às 19:20

A respeito cabe destacar uma clara contradição no discurso alemão. De um lado uma Sociedade que se quer transparecer tolerante e inclusivista e, de outro, incapaz de lidar com o pluralismo socio-político, a ponto de estigmatizar toda manifestação crítica ao status quo, como de \"ultradireita\" ou \"neonazista\", desde que não venha da pieguice da esquerda ou dos verdes. A AfD está apenas capitalizando um sentimento que existe legitimamente no seio da sociedade. E qual é o problema? Agora, atribuir a Putin a manipulação do Pegida para deslegitima-la é, no mínimo, forçar a amizade.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2020 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade