Colunistas

29/04/2013

Tradição da Maibaum fstejada em Guabiruba, SC

Seguindo a risca a tradição alemã, que diz que a cada cinco anos ela deverá ser trocada, Guabiruba elevou nesta quarta-feira, 1° de maio, sua segunda Maibaum, também conhecida como Árvore de Maio.

                        “Maio é um mês bastante significativo para a Alemanha, pois marca o início do verão. Além de dar boas vindas a nova estação, a Maibaum demostra a união entre as pessoas, já que para erguê-la é necessário o trabalho de muitos”.

            Para a segunda edição, houve algumas alterações. A árvore mediu 17 metros, foi mais robusta e contou com placas maiores. A novidade é que elas foram duplas, podendo assim serem visualizadas tanto por quem entra na cidade, quando por quem sai a partir da Rua Guabiruba Sul. A iluminação também foi melhorada e duplicada.

Tudo para dar um brilho ainda maior, aquela que por mais 5 anos permanecerá como um dos cartões postais de Guabiruba.

Este projeto foi mais uma realização da AACSP (Associação Artístico Cultural São Pedro), com a ajuda do grupo ATZ (Alle Tanzen Zusammen) e convidados, e tem a coordenação de Fabiano Siegel e Vandrigo Kohler.

Todo o projeto é financiando por empresas da cidade e amigas da cultura.

A  árvore saiu em cortejo da sede da associação na Rua Brusque, n°356 às 8h e seguiu até a rótula de intersecção da Rua Imigrantes com a Rua Brusque. Lá um grupo de voluntários utilizando de sistema de andorinhas, a levantou de modo manual, sem auxílio de qualquer equipamento ou guindaste.

Foi uma festa alegre e tipicamente alemã, com música ao vivo, chope artesanal e um cachorro quente especial.
 

Histórico

Desde o século XVIII, a Maibaum representa para as comunidades um símbolo de organização e união, principalmente porque, para haver êxito em sua colocação isto é de suma importância. Existe um provérbio que diz: A Maibaum é o testemunho de que a união da comunidade esta bem visivelmente afixada.

Após a segunda Guerra, a Maibaum se tornou parte integrante permanente de muitas comunidades e cidades, com destaques às da Baviera, Baden e o oeste da Alemanha. Segundo costumes tradicionais, realiza-se um desafio entre os povoados vizinhos. Este está diretamente relacionado ao tamanho e à beleza da “árvore”.

Desde os tempos antigos, a Maibaum é um símbolo para o comércio, artesanato, comidas locais e famílias. Isso porque elas carregam os símbolos das corporações profissionais regionais, mais especificamente, dos artesãos, e famílias importantes da cidade. De acordo com as riquezas da comunidade, estas placas-símbolos são mais ou menos ricamente confeccionadas. Tudo é permitido, desde simples placas pintadas, passando por esculturas em madeira, até magníficos relevos. São os artesãos locais, obviamente, que se incumbem deste trabalho.

As Maibäume são geralmente colocadas em entradas de cidades em locais abertos.

A própria Maibaum é um mastro de madeira que diminui seu diâmetro para cima. Esta é praticamente sempre pintada de branco e azul em forma espiral.

Comumente as Maibäume sempre são erguidas a cada cinco anos, e é obrigatório ser no primeiro dia de Maio.

A nova Maibaum deverá ser colhida no ano anterior, ser preparada com as podas dos galhos, deixando-a secar em local seguro, para então ser pintada com as conhecidas listras brancas e azuis. Em seguida inicia-se os trabalhos de retirada das medidas para o feitio das placas-símbolo, feito pelo Zünfte (artesão).

Ela é erguida no primeiro dia de maio como já mencionado, e neste dia precisa-se de muitas pessoas para trazer a árvore na posição vertical. Segundo a tradição, não se pode de maneira alguma utilizar qualquer auxilio de máquinas. A colocação acontece com o auxilio de duas estacas chamadas localmente de “Schwaiberl”, ou seja, andorinhas. Este nome provavelmente provém do fato das duas estacas, quando pressionadas contra a Maibaum, se assemelham ao rabo de uma andorinha. A parte superior da Schwaiberl é unida com cordas firmemente amarradas, e então são pressionadas contra a Maibaum erguendo-a. E não é incomum que se passem horas para que a árvore esteja completamente de pé.

Características da Maibaum

Com a Maibaum erguida, são colocados os ornamentos tais como:

- galinho do tempo (wetterhahn), no topo da árvore;

- Placas-símbolos, representando as associações, famílias, profissionais e empresas (Zunfttafeln);

- Bandeiras da Cidade e do País;

- Arco de festão

- Placa explicativa e comemorativa ao Maibaum;

Fabiano Siegel

47 92111867



Comentários

deslogado
oSjYxcLE9 30/01/2014, às 06:16

that an official invsgtieation is out of the question. Why exactly is left up to the viewer to decide. It\'s a pretty flimsy excuse to get Bond to travel all around the Mediterranean.In my review I gave Carole Bouquet some praise for her performance, but you hit the nail on the head about something I failed to mention: the lack of sexual appeal. Now, let\'s not kid ourselves, Bouquet is stunning to look at, but in terms of how the movie presents her character, you\'re right. She is not that sexual. Maybe not at all. I must have been so caught up in the movie because it wasn\'t something that struck me last week when watching it. I think it would have been a bit shameful for the producers to sex-up Melina under the plot-wise circumstances of her character. The character is not someone who requires sex appeal. It would have felt misplaced. http://owvmpc.com [url=http://jsackhko.com]jsackhko[/url] [link=http://virnozhea.com]virnozhea[/link]

deslogado
7zKR8LI0FF 13/01/2014, às 06:17

Robert Bresson infamously loved this film (I think he took his niece to see it and ended up hiinalg it as pure cinema\' or something like that), and I feel he\'s probably right. All your Bond reviews have been enjoyable, whether I agree or not with the take, but I think this is the one I\'m most point-by-point in agreement with. There are some shaky elements in the film (esp. a questionably weak and uncharismatic vilain) that make me waver on whether this is Moore\'s finest entry, but this film does continue the physical beauty of its two predecessors with a story that in some ways is more satisfying. The ski chase is surely a supreme achievement: it\'s clearly leagues ahead of the comparable attempt in The Spy Who Loved Me (at least minus the jump). The other chase scenes are also ingenious. What pains and mystifies is how John Glen got off his game & never seriously rivaled this film\'s strength as sheer filmmaking, even if The Living Daylights i

deslogado
QUETWwUodo 12/01/2014, às 01:27

Ole1 tudo bem adoreiiiii demias o seu blog e queria que vocea ficasse sabendo de como ele pode ajudar. Pois e9 eu e meu namorado estamos querendo ir para o Jape3o no ano que vem e eu li todo seu blog e estou muito mais animada, vocea conta e explica muito bem as curiosidades do Jape3o. Nos estamos fazendo aula de japones e me deixa muito tranquila saber que vocea nao sabe todos os famosos Kanji estava realmente preocupada com eles rs.Bjs !Se puder responda gostaria de saber se vocea leu o post ^^

deslogado
nwQpYKrYtLb 09/01/2014, às 22:00

LUAN, hahaha e9 vdrdaee. este je1 e9 o quarto enderee7o. mas eu tenho uma ideia pra resolver isso. depois eu conto! e acho que vocea vai gostar! Hc9LIO, tem raze3o. a arauce1ria seria uma f3tima representante do brasil. mas o ipea tambe9m e9 ne9 :p BEATRIZ, bem lembrado! quando as flores caem, o che3o fica liiiindo! quanto e0 alergia, se ne3o me engano, o sakura ne3o este1 associado ao kanfunshoo ne3o. acho que a alergia vem do pf3len de outras e1rvores MARGARETH, nossa, imagino o calor que este1 fazendo aed! e aqui eu tf4 morrendo de frio mas je1 este1 passando, ufa! BRIGADcdSSIMA E BEIJOS PARA TODOS!


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade