Colunistas

15/07/2014

Primeiro concerto da série Ospa pelos Caminhos do Rio Grande será em São Leopoldo

Sob a batuta do maestro suíço Nicolas Rauss, apresentação ocorre na quinta-feira (24/7), às 20h30, no Santuário Sagrado Coração de Jesus, com entrada franca.

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre se prepara para dar início a segunda edição do projeto Ospa pelos Caminhos do Rio Grande - financiado pelo sistema Pró-Cultura, da Secretaria de Estado da Cultura do RS, com patrocínio de Favorit e Petrobras. O primeiro concerto da temporada ocorrerá no dia 24/7, às 20h30, no Santuário Sagrado Coração de Jesus, em São Leopoldo, sob a regência de Nicolas Rauss – maestro suíço radicado na Argentina. Além desta apresentação, o projeto prevê mais oito concertos gratuitos em cidades do RS, com programação de alta qualidade. O objetivo é de investir na popularização da música sinfônica e na formação de novas plateias no Estado. Nesta edição, o repertório fará uma homenagem aos 190 anos da Imigração Alemã no Brasil em 2014, que também é oficialmente o ano da Alemanha no país.

 

Em São Leopoldo, o concerto inicia com a execução de Abertura Egmont, de Ludwig van Beethoven (1771-1827). A peça trata da luta contra a tirania, a partir da figura do Conde Egmont, líder na resistência dos Países Baixos à dominação espanhola, no século XVI.

 

Em seguida, a Ospa apresenta Sinfonia n° 4, de Robert Schumann (1810-1856) - expoente do romantismo musical alemão. O programa continua com Dança Húngara n° 1, de Johannes Brahms (1833-1897). As “Danças Húngaras” foram completadas em 1869. São peças curtas, baseadas principalmente em temas de danças folclóricas húngaras. Estão entre os trabalhos mais amplamente conhecidos e possivelmente tenham sido os mais rentáveis do compositor.

 

O concerto se encerra com a execução de duas obras da família Strauss: Perpetuum Mobile, de Johann Strauss II (1825-1899); e Marcha Radetzky, de Johann Strauss I (1804-1849). Conhecido como o “rei das valsas”, Strauss pai foi o maior compositor de música de dança de sua época. Coube ao filho o desenvolvimento da valsa vienese, tornando-a mais requintada e delicada, deixando seu ritmo menos explícito e diversificando a orquestra.

 

Nicolas Rauss (maestro)

Nascido em Genebra, na Suíça, é diretor artístico da Orquestra Sinfônica da Província de Rosário, na Argentina, desde 2008, e atualmente está também à frente da Orquestra da Universidade de Santiago de Chile. Formado em regência coral com Michel Corboz e em regência orquestral com Arpad Gereczy Vladimir Delman, obteve, em 1987, por unanimidade, o primeiro prêmio no 6° Concurso Internacional de Regência Orquestral “Gino Marinuzzi”, de Sanremo. No final de 1984, transferiu-se para a América do Sul, onde dirige frequentemente, no Uruguai, a sinfônica do SODRE, a Filarmônica de Montevidéu e a Orquestra de Câmara do Ministério de Educação e Cultura, continuando sua atividade de maestro convidado em países como Itália, Alemanha, Macedônia e Geórgia. Desde 1997, reside na Argentina, onde atuou como maestro titular da Filarmônica de Mendoza durante cinco temporadas (2000-2004). Como regente convidado, apresenta-se frequentemente com a Sinfônica do Chile, a Ospa, com as orquestras uruguaias anteriormente mencionadas, com a Sinfônica Nacional do Peru e, na Argentina, com as orquestras de Córdoba, Mendoza, do Teatro Argentino de La Plata, de San Juan e de Neuquén. Foi nomeado maestro principal da Orquestra Sinfônica do SODRE para a temporada 2008. Sua atuação em Rosário é um exemplo de colaboração frutífera entre um organismo artístico e um maestro. Entre os resultados desta aliança, está o lançamento do CD da obra sinfônica completa de Carlos Guastavino em 2012.

 

OSPA PELOS CAMINHOS DO RIO GRANDE

1º CONCERTO DA TEMPORADA

 SÃO LEOPOLDO

 

Data: Quinta-feira (24/7)

 

Horário: 20h30min

 

Local: Santuário Sagrado Coração de Jesus (Rua Luetgen, 78 – Bairro Padre Reus – São Leopoldo)

 

ENTRADA FRANCA

 

PROGRAMA:

 

Ludwig van Beethoven: Abertura Egmont

 

Robert Schumann: Sinfonia n° 4

 

Johannes Brahms: Dança Húngara n° 1

 

Johann Strauss II: Perpetuum Mobile

 

Johann Strauss I: Marcha Radetzky

 

Regente: Nicolas Rauss

 

Promoção: OSPA e Comissão de Imigração Alemã no Brasil

 

Apoio: Prefeitura de São Leopoldo

 

Realização: Cida Cultural

 

Patrocínio: Favorit e Petrobras

 

Financiamento: Pró-Cultura/RS, Secretaria de Estado da Cultura e Governo do Estado do RS

 

-- 

Raphaela Donaduce Flores

Jornalista

Dona Flor Comunicação

Av. José Bonifácio, 493 | sala 6 | Porto Alegre

(51) 3209 6012 | (51) 9975 7282

www.donaflorcomunicacao.com.br

facebook.com/donaflorcomunicacao

 



Comentários

Participe! Aqui sua opinião vale muito.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia