Colunistas

17/12/2013

Presente para os ausentes - por Ivar Hartmann*

A última semana antes do Natal é um reboliço na vida e cabeça de todos brasileiros. Parece que tudo que pode nos fazer perder tempo acontece. A data é inexorável: antes do dia 24, nas famílias brasileiras todos os presentes que serão distribuídos entre os familiares e empregados, devem estar prontos.

Embaixo da árvore natalina, seja pinheiro verdadeiro ou cópia plástica dele. São dias que mexem com a cabeça e o bolso da gente. Enquanto as crianças fazem listas do que querem receber ou passeiam pelas vitrines dos shoppings ou pelas vitrines da televisão em busca das novidades em brinquedos lindos para  cada um, mas despreocupadas – é claro – em saber qual é o valor, os adultos trocam mensagens cifradas sobre o que gostariam de ganhar no dia 24. Ou ficam na espera do bom gosto do Papai Noel real.

Não ligo Natal, mas, “Maria vai com as outras...” As ceias natalinas ocupam um dia inteiro, e assim, mais gente desesperada, ainda vai às compras de última hora. Sempre faço minhas compras com antecedência, para me livrar do calor e do empurra-empurra das multidões dos centros de todas as cidades brasileiras. Calçadas cheias, lojas cheias. Atendentes que querem rapidez nas compras e gerentes distantes para reclamações. Há dias saiu uma entrevista com psicólogos e psiquiatras para cuidarmos de não aumentar o stress no Natal. Como posso, nesta loucura de gente?

Evitar o stress com um trânsito caótico, estacionamentos longínquos e caros? Calçadas de empurra-empurra entre gente mal educada? E, na minha frente, um imbecil cabeludo, destes que a gente sabe que faz tempo não toma banho, teimava em andar devagar. Adepto sabe-se lá de que religião, cada vez que encontrava uma criança parava para, ante os olhares temerosos dos pais, dar-lhes as a mão magra de unhas largas. Garanto que sujas. Eu empurrava-o fazendo de conta que os atrás de mim é que empurravam! Ele voltava-se para trás e me sorria. Sorriso idiota! Calças gastas, sapatos sujos.

Que mais poderia eu querer em uma rua congestionada antes de chegar às lojas? Lá longe, na esquina, sobre um tamborete, o policial vigiava com seu binóculo, mas o mendigo não estava fazendo nada de mal. Verdade que não cheirava a álcool; na verdade, não cheirava a nenhum destes odores nauseabundos que nos causam repulsa. Passei, segui adiante e a multidão o engoliu. Só então pensei: e se fosse Jesus Cristo?
 
ivarhartmann@hotmail.com

*Ivar Hartmann é promotor público aposentado, colunista do diário Jornal NH, Grupo Sinos, Novo Hamburgo, RS, e colaborador do portal BrasilAlemanha e da mala direta BrasilAlemanha Neues.
 



Comentários

deslogado
BOVxBwHbVbLr 30/01/2014, às 11:53

Doutor Osmar parabe9ns pelo excelente traablho que faz e pela profisse3o que tem, antes de tudo sou suspeito pra comentar pois sou louco corinthiano, mas vamos le1!Primeiro fico revoltado quando o Milton Neves fala de apito amigo, pois quando o Corinthians e9 prejudicado ele fica mudo!Mas voltando o lance, vou tentar ser imparcial e falar o que analisei nas imagens, pois como louco corinthiano tambe9m gosto de ser justo e pra mim tenho toda a convice7e3o de afirmar que foi penalti e inclusive no jogo do Fluminense x Goias houve um penalti parecido no Rodriguinho pelo menos ao meu modo de ver; no lance do Ronaldo, poxa vida, o cara subiu pra dominar a bola dentro da e1rea e se tratando de Ronaldo e9 meio gol e claramente o zagueiro vem por traz e se joga contra o corpo do jogador que perde o equiledbrio e cai e ne3o seria penalti??? Foi uma trombada e a bola esta nesse momento no peito do Ronaldo impossibilitando a chegada do zagueiro e como vocea mesmo disse Doutor se fosse fora da e1rea seria falta, dentro

deslogado
t5EAY8HGcWI 14/01/2014, às 04:09

Lembrei de uma situae7e3o cmg estava atsdaara pro trabalho, sem celular pra avisar que chegaria um pouco tarde e do nada comee7ou a chover [e obvio q eu estava sem guarda-chuva]. o que fazer numa situae7e3o dessa?

deslogado
BXdOdAYrqFAw 13/01/2014, às 11:05

eu amo animais mas eu nao gosto de paeosss q maltratam os animais nem os animais de rua as paeosss pegam os animais e depois colocam na rua e eles sao maltratados e morrem por isso q eu nao gosto de paeosss ruin gente parem de maltratarem os animais por favor obrigado falem isso ao seus amigo obrigada♥♥♥♥♥☺♫

deslogado
fCjjzps9z0 12/01/2014, às 02:29

Excelente texto (como sempre), Ico.Sf3 uma coisa que pouca gente tem rearapdo: dirigente e9 dirigente em qualquer lugar, em qualquer esporte. Na FIA, na Confederae7e3o Brasileira de Automobilismo, na CBF, na Confederae7e3o Brasileira de Teanis, ou Judf4...Pode perguntar pra qualquer atleta de qualquer esporte: Nunca as decisf5es se3o pensadas em fune7e3o do esporte. Sempre em fune7e3o de interesses privados (no caso, interesse dos prf3prios dirigentes).Opa, peraed, nem precisa ser no esporte ne3o, na mfasica e9 assim tambe9m! (ECAD, Ordem dos Mfasicos). ... e a lista ne3o para...


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade