Colunistas

02/07/2014

Porto Alegre na Copa e no mundo - Registros de Affonso Ritter

Em sua coluna no Jornal do Comércio de 02 de julho, em seu site e em sua Newsletter, o jornalista Affonso Ritter destaca alguns marcos positivos para a memória dos porto-alegrenses e para a história da capital gaúcha.

Aqui vitória é de goleada    

A CDL Porto Alegre considera o saldo dos 16 dias de Copa do Mundo na Capital, positivo, em que pesem as baixas vendas. A satisfação de milhares de turistas foi um dos maiores legados para nossa cidade, que percebeu o quanto pode encantar o visitante. Para o presidente da entidade, Gustavo Schifino, a administração está de parabéns por conduzir com muita seriedade todo o processo da elaboração à execução do Mundial. "O Caminho do Gol foi a grande estrela da festa, mérito exclusivo da nossa Prefeitura", comenta Schifino. "Apesar da baixa no consumo, similar ao que ocorreu na Copa de 2010, porém sem o incremento das vendas para os turistas, acreditamos que os benefícios para o varejo local serão sentidos a médio prazo".

Início
 

Medalha da Fifa à Capital   

Porto Alegre, que encerrou sua participação no Mundial na tarde chuvosa e iluminada de inverno deste histórico 30 de junho, já ganhou a sua medalha. O prefeito José Fortunati recebeu, em nome da cidade, das mãos do presidente da entidade máxima do futebol, Joseph Blatter, a medalha em reconhecimento pelo sucesso do papel da capital gaúcha na organização do evento. Ele observou principalmente o Caminho do Gol no jogo entre Argentina e Nigéria e que poderá ser adotada em futuras Copas do Mundo em outros países.

Início
 

Tempo para assistir à Ospa   

O jornalista alemão Matthias Bossaller, que chegou em 13 de junho para cobrir o Mundial para a Deutsche Presse Agentur (DPA), passeou nas manhãs entre praças e parques em sua vivência de Porto Alegre. A rotina intensa de trabalho não permitiu conhecer tantas atrações quanto gostaria, relatou, mas conseguiu passear pelo Centro Histórico - que aprendeu a pronunciar em bom Português - , onde esteve hospedado, curtiu jogos e shows locais na Fan Fest, jantou em churrascarias e assistiu a um concerto da Ospa.

Início
 

A farta culinária gaúcha   

O americano Michael Weekes Jr, da agência internacional de notícias Thomson Reuters, após breve passagem pelo Rio de Janeiro, chegou a Porto Alegre para o primeiro jogo e ficou na cidade por 15 dias, até a última partida entre Alemanha e Argélia. Weekes elogiou a Capital, aprovou a farta culinária gaúcha e destacou a Cidade Baixa como o seu local favorito. "O bairro tem uma ótima atmosfera e é divertido tanto em dias de jogos quanto em dias normais", revelou animado. Na mala, além das lembranças da Copa do Mundo, carrega ainda centenas de fotografias registrando pontos turísticos e tradicionais de Porto Alegre.

Copa faturou R$ 1 bi aqui

Os 350 mil turistas que passaram pelo Estado, 160 mil estrangeiros, movimentaram aproximadamente R$ 1 bilhão, segundo projeção feita nesta terça (01) pelo governador Tarso Genro. O Beira-Rio recebeu cinco jogos, nove seleções em uma média de 42,9 mil torcedores por jogo: "Somos um Estado preparado para grandes eventos e manifestações públicas. Nós fizemos a formação de mais de 2 mil policiais da Brigada Militar com cursos de língua estrangeira. Cumprimos todas as exigências da Fifa, a preparação da comunidade foi exemplar, os impactos no nosso comércio foram extraordinários, e tivemos bons espetáculos de futebol que ficarão marcados na memória de todos".

Início

Fonte:  site AffonsoRitter.com.br. 

 



Comentários

Participe! Aqui sua opinião vale muito.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2020 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade