Colunistas

03/11/2018

Pesquisa Acadêmica, Para Quem? - por Alex Pipkin – alex.pipkin@hotmail.com

O modelo das escolas de negócios é obsoleto. Não favorece a visão empresarial de professores a fim de produzir resultados efetivos.

A pesquisa acadêmica, muitas vezes, está deslocada dos verdadeiros 
problemas e interesses das empresas e da sociedade. Esta não é sequer lida nas organizações. O modelo
vigente privilegia a formação de professores mestres e doutores que saem das escolas de administração e
negócios com muito boa visão acadêmica, porém com nenhuma ou pouca exposição e experiência
empresarial.

Recente artigo da AACSB International confirma que a pesquisa raramente atinge o mundo
dos negócios ou da política. Periódicos acadêmicos não ultrapassam fronteiras acadêmicas, ficando
inclusive aquém dos padrões da pesquisa crível. Incentivos sistêmicos são projetados muito mais para
melhorar a reputação acadêmica do que para produzir retornos para a sociedade.

Há um ciclo de auto-reforços, em que professores são promovidos com base em publicações que
somente são citadas na academia. Docentes são valorizados pela quantidade e não pelo benefício da
pesquisa para o “mundo”. Líderes empresariais percebem o descompasso entre teoria e prática. Muitas
vezes falaciosa, pois a complexidade empresarial exige nível de abstração maior.

Mas é preciso metodologias que permitam aplicações. É a experiência no mundo dos negócios que favorece e possibilita
uma real articulação entre teoria e prática. O diferencial da escola de negócios deve estar dentro da sala
de aula. O que produz resultado é a experiência, motivação e “qualidade” do docente.

Tecnologias de informação potencializam novos métodos pedagógicos, mas interpretação
qualificada é dependente da expertise do docente. Professores com mais “janela” possibilitam maior
aprendizagem dos alunos e agregam experiências e motivação aos docentes iniciantes. Necessário
transformar o modelo atual. Como nos negócios, somente prosperarão escolas que possuírem os melhores
recursos e capacidade e que efetivamente dotem seus acadêmicos de maior capacidade – ampla e
sistêmica – para solucionar os complexos problemas das empresas.
E da sociedade.

alex.pipkin@hotmail.com 

Fonte: ISL2024 - VIA EXPRESSA - Semana 45-2018
Boletim Semanal Eletrônico - Distribuição Interna
São Leopoldo – semana de 28-out a 03-nov-2018



Comentários

Participe! Aqui sua opinião vale muito.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2018 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia