Colunistas

22/10/2013

Orquestra Fundarte apresenta concerto Sesi Catedrais em Igrejinha

Integrando o Projeto Sesi Catedrais, no dia 26 de outubro, a orquestra de Câmara Fundarte, sob a regência do maestro Antônio Borges-Cunha, vai apresentar concerto na Igreja Matriz de Igrejinha - Paróquia Imaculada Conceição

 

 

 

No programa que mescla música erudita e popular, estão obras de W. A. Mozart,  Johann Sebastian Bach, Carlos Gomes,  Villa-Lobos, Carlos Gomes, Ástor Piazzolla, Guerra-peixe, Gilberto Monteiro e Ramon Sixto Rios. O concerto tem como solistas os músicos da Orquestra Giovani dos Santos (violino) interpretando Concerto para Violino em Lá menor (Johann Sebastian Bach) e João Campos Neto e Bruno Esperon (violinos), interpretando Merceditas (Ramon Sixto Rios).

 

Segundo o maestro Borges-Cunha, o diferencial apresentado pela Orquestra de Câmara Fundarte na programação de concertos do Projeto Sesi Catedrais é levar a música orquestral para comunidades que não têm acesso a essas sonoridades, em especial aos trabalhadores da indústria, contribuindo para a formação de plateias.

 

Com realização do Sesi-RS, o concerto será apresentado com entrada franca.

 

Programa

W. A. Mozart (1756 – 1787)

                   Divertimento em Fá Maior

                   Allegro

                   Andante

                   Presto

Johann Sebastian Bach (1685 - 1750)

         Concerto para Violino em Lá menor

         Allegro

         Andante

         Allegro assai

        

         Solista: Giovani dos Santos

 

Carlos Gomes (1836 – 1896)

                        Burrico de Pau

 

Astor Piazzolla (1921 - 1992

                        La Muerte del Angel

 

Guerra-Peixe (1914 – 1993)

 

Gilberto Monteiro                          

                        Milonga para as Missões

                  Arranjo: Vagner Cunha

        

Ramon Sixto Rios                          

                        Merceditas

                   Arranjo: Vagner Cunha

                                              

Solistas: João Campos Neto e Bruno Esperon, violinos

 

Regente: Antônio Borges-Cunha

 

 

 

Orquestra de Câmara Fundarte

Agraciada com o Prêmio Líderes&Vencedores 2011-Expressão Cultural, iniciou suas atividades em março de 1996 como Orquestra SESI/Fundarte, a partir da parceria entre o Serviço Social da Indústria - SESI/RS e a Fundação Municipal de Artes de Montenegro - FUNDARTE, com os objetivos de contribuir para a educação e o crescimento cultural do Rio Grande do Sul, abrir mercado de trabalho para músicos jovens com capacitação profissional e levar a música orquestral para as populações da Capital e das cidades do interior do Estado, abrangendo todas as camadas sociais e faixas etárias. É formada por 15 músicos, tendo como regente titular o compositor e maestro Antônio Borges-Cunha e, como diretora executiva, a professora Therezinha Petry Cardona. Seleciona, anualmente, jovens de até 24 anos para serem solistas nos concertos agendados. Nesses 17 anos de atividades, realizou 633 concertos em 100 cidades do Estado, atingindo diretamente um público aproximado de 280 mil pessoas. Em 2013 tem agenda prevista de mais de 50 concertos.

 

Antônio Borges-Cunha

É orientador do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRGS, diretor artístico da Orquestra de Câmara Theatro São Pedro e regente titular da Orquestra de Câmara Fundarte.  Borges-Cunha esteve na Alemanha, Estados Unidos, Canadá e Uruguai para apresentações de suas composições. Seu Concerto para Viola e Orquestra foi o objeto de pesquisa da Tese de Doutorado defendida por Ricardo Kubala na UNICAMP. Em 2010 recebeu o Prêmio Funarte de Composição com Maxakali, obra estreada pelo Orquestra Petrobras Sinfônica em 2011.

Como regente, Borges-Cunha tem contribuído para a atualização repertorio. Sua programação de concertos busca conciliar o repertório histórico com as múltiplas tendências da musica atual, incluindo encomendas e estreias de obras.  A superação das fronteiras entre a música de concerto e a música popular tem sido outra característica de sua atuação.

Antônio Borges-Cunha recebeu duas vezes o Prêmio Açorianos  de Música da Secretaria Municipal da Cultura de Porto Alegre.  Em 2010 foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, recebendo a Medalha do Mérito Farroupilha.

Em setembro de 2013 é o compositor homenageado pela Universidade Estadual de Minas Gerais na programação do VI Seminário de Música Brasileira com um concerto dedicado à suas composições.

 

Formação da Orquestra de Câmara FUNDARTE

Direção Executiva:Therezinha Petry Cardona

Regente Titular: Antonio Borges-Cunha

 

Violino I: João Campos Neto - spalla, Cristiano Pereira, Heine Wentz, Ivan F. Andrade

Violino II: Jeferson Colling *, Bruno Esperon, Giovani dos Santos, Karin Kuppas

Viola: Martinêz Nunes*, Vinicius Diniz

Violoncelo: Fábio Chagas*, Douglas Dantas de Araújo, Thiago Kreutzer

Contrabaixo: Luciano Dalmolin*

Coordenador e Arquivista: Fabiano Bonella 

Assessoria de Imprensa e Mídia: Dinorah Araújo

* Líder de naipe

 

Giovani dos Santos, violino

Natural de Santa Cruz do Sul/RS, foi vencedor do Concurso Jovens Solistas da Fundarte 2009, interpretando o Concerto nº 4 em Sol Maior de Franz Joseph Haydn sob a regência de Cláudio Ribeiro. Iniciou sua trajetória na Orquestra da UNISC, em 2005, onde atuou mais tarde como solista e spalla. Em 2008, passou a integrar paralelamente a Orquestra Sinfônica de Santa Maria, também atuando como spalla. Colabora ativamente com a OSPA e a Orquestra Unisinos-Anchieta, da qual participou na gravação do CD em 2011. No mesmo ano, foi convidado por Leon Spierer para participar da Deutsch-Skandinavische Jugend-Philharmonie Orchesterwoche, festival onde os alunos se apresentam na Philharmonie. Na Alemanha, aprimorou-se intensivamente com Michael Gehlmann. Participa regularmente de masterclasses e festivais de música tendo orientação de nomes como Leon Spierer, Yang Liu, Annette-Barbara Vogel, Marcello Guerchfeld, Emanuelle Baldini,  John Gilbert, Cármelo de los Santos, Max Zorin, entre outros. No III Festival Internacional SESC de Música, foi eleito spalla da Orquestra Acadêmica executando o solo de Scheherazade, de Rimsky-Korsakov. E ainda foi selecionado solista do 2º movimento do Concerto para dois violinos de J. S. Bach, ao lado de Yang Liu. Atualmente se dedica ao Quarteto de Cordas Jugend, à Orquestra de Câmara Fundarte e Theatro São Pedro, além do Bacharelado em Violino pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul sob a orientação da Profa. Hella Frank.

 

João Campos Neto, violino

Iniciou seus estudos musicais aos 8 anos de idade no Conservatório de Música de Sergipe na classe do professor José Carlos Tourinho, e logo após tornou-se aluno de Anayde Marssilac que era a spalla da Orquestra Sinfônica de Sergipe. Concluiu o curso de graduação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul na classe do professor Fredi Gerling. Em 1996 torna-se aluno do professor Paulo Bosisio (RJ). Foi violinista da Orquestra Sinfônica de Sergipe, Orquestra de Câmara do Teatro São Pedro e Orquestra Unisinos. Atualmente é spalla da Orquestra de Câmara FUNDARTE e também violinista da Orquestra Sinfônica de Porto Alegre. Premiado no concurso Sebastian Benda promovido pela Universidade Federal de Santa Maria-RS. Na área pedagógica faz parte da equipe de professores do projeto Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul que tem a coordenação do violinista Telmo Jaconi.

 

Bruno Esperon, violino

Acadêmico do terceiro semestre de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Sul-UFRGS, Bruno tem 20 anos.

 Em 2009, participou de concertos da Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro e da Orquestra Fundarte, sendo recentemente selecionado para os Jovens Solistas, promovido por essa. Em 2008, a convite do Sesi de Santa Rosa, participou do Projeto do Sesi/RS no Teatro Municipal do Rio de Janeiro e em Manaus, no Amazonas. Integrou o Sesi Show de Santa Rosa quando, durante anos, participou de apresentações em diversas cidades gaúchas, como Porto Alegre- no anfiteatro do Sesi, na Feira do Livro- em Erechim, Passo Fundo, Ijuí, Panambi, Três Passos, Santo Cristo, Santo Ângelo, São Miguel das Missões, sempre buscando aperfeiçoar a técnica no instrumento e o domínio de palco.Foi premiado em festivais estaduais: o Sesi Descobrindo Talentos, em 2006, e o Musicanto Sul-Americano de Nativismo de Santa Rosa, com a Melhor Música Instrumental, em 2007.

 

Projeto Sesi Catedrais

Orquestra de Câmara Fundarte

Dia 26 – 20h - Igrejinha

Igreja Matriz de Igrejinha  - Paróquia Imaculada Conceição
Rua General Ernesto Dorneles,  280 – bairro Centro

Telefone: (51) 3545.1382

    Programa: Mozart, Carlos Gomes, Astor Piazzolla, Gilberto Monteiro e Ramon Sixto Rios

Regente: Antônio Borges-Cunha

Solistas: Bruno Esperon, Giovani dos Santos e João Campos Neto (violinos)

Entrada franca

 

Informações

Telefone 0800518555

www.sesirs.org.br

 

 

Assessoria de Imprensa

Dinorah Araújo

Jornalista – MTb 5704

Telefones: (51) 3311.6677 e 9964.5492

E-mail: dinorah@cpovo.net

Skype: mdatuar

Facebook.com/dinoraharaujo.7

 



Comentários

deslogado
cNpomnVVhW 25/01/2014, às 14:18

d3tima oportunidade para apaceirr e conhecer um pouco mais a obra desse edcone e exemplo de dedicae7e3o e persisteancia. Se ne3o bastasse o talento, sobra-lhe paixe3o. Tanto que acaba respingando em todos e0 volta. Estarei le1. http://xaxfzwuexd.com [url=http://dimnonyq.com]dimnonyq[/url] [link=http://matxgfkl.com]matxgfkl[/link]

deslogado
3rTIdAO08V 08/01/2014, às 05:23

legal, sou do Projeto apostando no Futuro, me anapxoiei por uma garota, ne3o sei o nome dela, foi numa Sexta, dia 19 deste meas, Ela andava com uma Amiga, axo que o nome dela era Dayanne. e no Finalda apresentae7e3o ela sorriu e falou Xau para Min.....


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade