Colunistas

28/07/2013

O Papa e a infâmia - por Ivar Hartmann*

Ivar Hartmann

O pior golpe mundial que a Igreja Católica poderia ter dado aos governos da Argentina e Brasil foi escolher um Papa argentino. Nos dois grandes países da América do Sul a corrupção é o dia a dia da classe política, envolvendo muitos governantes poderosos. Se milhares de políticos são responsáveis por ações, a totalidade é responsável pela omissão. Porque silenciam ante o que sabem. E que só é descoberto muito depois pela imprensa, Ministério Público ou Polícia Federal. As mais candentes manifestações de Francisco para a juventude foram: "Rebelem-se contra a corrupção e as drogas!" As drogas é um caso a parte, problema de milhares de desavisados que a elas se entregaram e aproveitam aos bandidos. Mas, ao pedir aos jovens argentinos, brasileiros e em geral, irem para as ruas para defender a honra e a integridade de suas pátrias, ele interveio nas políticas internas destes países. Os europeus sabem que não precisam ir as ruas contra a corrupção. Ao contrário, os latinos e, notadamente, brasileiros e argentinos, devem continuar acampados frente a seus computadores, aguardando os chamados para ocupar ruas e praças, cercar prédios públicos e gritar contra a infâmia.

O único temor de político corrupto latino não são os juízes: são os generais. Dos eleitores – massa de manobra – deles acham graça. Mas, os generais se reciclaram nas instituições democráticas. Hoje o único general temido por eles é o General Internet. Capaz de mobilizar um exército rapidamente e invadir seus templos de negócios. Daí a fala do papa Francisco: “Jesus expulsou os vendilhões do Templo. Os jovens cristãos devem seguí-Lo”. E, para os jovens brasileiros: “Combatam a corrupção!” e para os argentinos: “Façam bagunça!” (no sentido de combater a infâmia). As duas presidentas que vem para a missa final, gostariam mesmo é de esganar Francisco. Não fora os jovens estarem forçando os políticos a votar leis contra si, através das passeatas, ainda vem o Papa, chefe maior da cristandade, dar legalidade a estes movimentos. Sabendo o que ocorre no Brasil, das manifestações populares diárias, do receio que elas infundem aos governantes que gostariam de suprimi-las, o Papa, ao pedir que os jovens continuem combatendo a corrupção, não falou de modo geral. Falou para a maior nação católica do mundo. Oficializou as passeatas. Vamos continuar.

E-mail: ivarhartmann@hotmail.com

*Ivar Hartmann é promotor público aposentado, colunista do diário Jornal NH, Grupo Sinos, Novo Hamburgo, RS, colaborador do portal BrasilAlemanha e da mala direta BrasilAlemanha Neues.




 



Comentários

deslogado
ftIAQTnyB 28/01/2014, às 20:52

Schitayu,chto stesnen v srtvdesax bolee,chem ya:-potomu tol\'ko dvazhdy uchavstvovala v loterei.P.s.CHelovek,prodavshii bilet skazal mne porazitel\'nuyu vew\': -U menya net lishnix deneg na biletik lotereinyi ,- http://azjjbmwgh.com [url=http://owommpl.com]owommpl[/url] [link=http://eptvrjmteen.com]eptvrjmteen[/link]

deslogado
Hh1EhuXKZET 11/01/2014, às 00:23

Tambe9m, confessemos caro amigo, que saber quem e9 o papa sermpe de1 menos chatices que saber quem se3o os vizinhos cujos filhos passam fome. Ou que precisam de uma me3ozinha a consertar o telhado...Sempre sai mais barato.

deslogado
KmDDaAjxmO 09/01/2014, às 18:58

Em Portugal, da maneira que o paeds este1, quaeuqlr dia a queste3o sere1 saber quem se3o os vizinhos cujos filhos ne3o passam fome...Quanto ao Papa, he1 muita informae7e3o e contra-informae7e3o a circular. De quaeuqlr modo, o homem ne3o me representa, pelo que o assunto ne3o me tira o sono. Para ficar chocado com este Papa ou outro quaeuqlr, bastar-me-ia pensar no fausto em que vive o representante duma Igreja que apregoa estar ao lado dos mais fracos e oprimidos.

deslogado
renato bohn 10/08/2013, às 14:26

Abraço,amigo Ivar.Quando posso ,leio,com atenção teus textos. Penso que tua argúcia,desta vez,deixou de perceber que o encontro mundial da juventude,que motivou a vinda do papa,fora projetada pelo papa anterior,há muito tempo. Na verdaade o papa CHICO aterissou numa terra onde a imfâmia,como o designas,impera desde o império....antes dos atuais parlamentos e dos atuais movimentos teleguiados,via intenet?? Isto parece irrelevante ...pois que há muiiiito a reclamar...há muito tempo.Abração.

deslogado
Silvio Meincke 01/08/2013, às 10:59

Mas como, Ivar??? Se os casos de corrupçâo estâo aparecendo, é porque os últimos governos estâo levantando a lebre; antes, ela ficava escondida na moita. Entâo, a Dilma quer esganar o Papa?? Pelo contrário, o Papa veio dar força à presidente Dilma.

deslogado
João Valentim Bohner 31/07/2013, às 14:59

É impressionante a simplicidade, clareza e objetividade com que o Papa aborda todas as questões, mantendo a autoridade! Os \'liars\' abaixo, devem estar tremendo, pois com a simplicidade, clareza e objetividade, os inocentes estão tendo seus olhos abertos... Baita abraço. \"the trust of the innocent is the liar\'s most useful tool\" - Stephen King


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2020 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade