Colunistas

07/04/2016

O despertar dos pomeranos no Espírito Santo - por Ivan Seibel*

Em algumas localidades do interior do Estado de Espírito Santo, até mesmo na década de 1960, os maus tratos aos colonos imigrantes continuaram gerando revolta e mágoas.

Nesta época ficou conhecido um episódio patrocinado pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Afonso Cláudio, onde um novo assessor jurídico, “querendo mostrar serviço” resolveu convocar os “colonos de Serra Pelada” para comunicar-lhes a obrigatoriedade de terem que se associar a esta entidade.

Era uma centena de agricultores que pouco ou nada entendiam desta difícil fala ao serem confrontados a um advogado bem falante procurando impor aos presentes esta sindicalização compulsória.

Fazendo frente a toda esta encenação arbitrária, apenas um adolescente de quinze anos “ousou” rebater as insistentes investidas do facultativo, evitando desta forma uma série de decisões unilaterais. Portanto, não faz muito tempo que algumas tênues reações, de forma muito velada, começaram a surgir entre esta população oprimida e desvalorizada, dando início ao seu verdadeiro despertar na década de 1970.

*Ivan Seibel, natural do Espírito Santo, é médico em Venâncio Aires, RS, escritor (“Imigrantes a duras penas”, entre outros), comentarista do programa radiofônico semanal AHAI – A Hora Alemã Intercomunitária > bl 03, colunista www.brasilalemanha.com.br e editor de Folha Pomerana Express >

Folha Pomerana Express:  Acessse o Informativo >>>



Comentários

Participe! Aqui sua opinião vale muito.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2020 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia