Colunistas

31/01/2017

O “Curandeirismo entre os Pomeranos' - por Ivan Seibel*

Sempre que alguém fala em curandeirismo, somos levados a pensar nos mais diferentes tipos de preparados a partir de plantas. Na verdade não há quem não goste de saborear um chá delicioso. Entretanto, aqueles preparados com finalidade medicinal podem não ser tão saborosos, porém são indicados com uma finalidade terapêutica, independentemente de sua eficácia.

Uma atenta análise das respostas obtidas em entrevistas com muitos pomeranos já mais idosos permite observar uma nítida diferença entre curandeirismo e o próprio benzimento. Para uma melhor compreensão será novamente preciso recuar na história deste povo e analisar o próprio quadro sanitário e de saúde da sua população mais antiga. Logo podemos constatar que, com a falta de uma assistência médica tradicional, seja pela sua absoluta inexistência ou mesmo pela falta de recursos financeiros dos pioneiros imigrantes e das primeiras gerações aqui nascidas, estes foram obrigados a procurar por práticas alternativas que pudessem trazer conforto aos enfermos e aos seus familiares.

Em muitos assentamentos, desde os primeiros tempos, os colonos daqui do Brasil sempre careceram de recursos médicos. Era preciso encontrar um ”curador” que pudesse trazer-lhes algum tipo de socorro. Foi desta forma que surgiram os “Walddoktor” (médicos da floresta), os quais, com a sua habilidade com o manejo de ervas preparadas com água fervida, conseguiram limpar muitos ferimentos infectados e, com poções analgésicas aliviar as dores dos seus clientes.


*Ivan Seibel, Reg. Prof. Mtb 14.557, natural do Espírito Santo, é médico em Venâncio Aires, RS, escritor (“Imigrantes a duras penas”, entre outros), comentarista do programa radiofônico semanal AHAI – A Hora Alemã Intercomunitária > bl 03, colunista www.brasilalemanha.com.br e editor de Folha Pomerana Express >



Comentários

deslogado
mukesh mahe 04/09/2017, às 05:41

I don't know what to say I am looking to be a part in Keam Entrance Exam

deslogado
fly 21/02/2017, às 05:19

To do this, he found local producers and asked them produce the local "Alpargata" shoes of Argentina. TOMS’ slogan is "One for One," as for every toms outlet uk product sold one person is helped. In Mycoskie’s words, TOMS is "a mission with a company, not a company with a mission."The business model is designed directly for helping, not for cheap toms shoes indirectly supporting associations, foundations or social responsibility projects. It is company formed to start a movement aiming to improve quality of life. For TOMS, the toms sale company is only one tool to support a movement. The main theme is providing benefits for society whenever people buy products.

deslogado
fdh 15/02/2017, às 23:25

Men's clothing style pay attention to a lot of replica watches uk occasions, seasons, and even a single product material fabrics are determined by the combination of rolex replica different single product is appropriate, whether it can reflect the perfect temperament and replica rolex style. To be a good product man, is very important to choose the men wear mechanical watches. A man of good mechanical replica watches , not only can the body dotting outfit, to highlight the personality and taste of the wearer. What a good man with a watch? The watch brand, which is a men's mechanical watches can make men have different preferences, different characters are love, have chosen it as a synonym to highlight their own style and taste?


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade