Colunistas

24/03/2015

Nova Petrópolis, RS, projeta sua cultura com leis de incentivo

Mais de R$ 2,5 milhões foram investidos em cultura em 2014. A preservação da língua alemã, as danças e músicas folclóricas, os trajes típicos, a gastronomia germânica e a arquitetura enxaimel perpetuam a identidade dos desbravadores da terra.

Nova Petrópolis cultiva seus costumes com muita força e representatividade. A preservação da língua alemã, as danças e músicas folclóricas, os trajes típicos, a gastronomia germânica e a arquitetura enxaimel perpetuam a identidade trazida pelos desbravadores desta terra.

A Cidade Jardim da Serra Gaúcha e Capital Nacional do Cooperativismo possui mais de 50 corais, 11 bandinhas típicas e conjuntos musicais, 6 grupos instrumentais, 19 grupos de danças folclóricas alemãs, grupos de danças gauchescas e contemporâneas, grupo de teatro, Banda Municipal e Orquestra de Sopros, dentre outras manifestações culturais. Nova Petrópolis também realiza o maior evento cultural da Serra Gaúcha, o Festival Internacional de Folclore, que chega a sua 43ª edição em 2015.

Preservar a herança histórica e cultural deixada pelos imigrantes alemães exige dedicação, esforço e recursos. Para tanto, as leis de incentivo são uma importante ferramenta na propagação deste legado. “Muitas vezes, a única maneira de concretização dos eventos e projetos, envolvendo a comunidde e proporcionando-lhe uma ímpar riqueza cultural”, ponderou o diretor do Departamento Municipal de Cultura, Paulo Roberto Staudt.

Em 2014, o poder público municipal investiu mais de R$ 1,7 milhões em Cultura, o que representa mais que 3% do orçamento municipal. O investimento do Estado, no mesmo período, ficou abaixo de 1%. Além disso, projetos aprovados e captados pelas leis de incentivo estadual e federal e patrocínios diretos somaram, em 2014, cera de R$ 800 mil. Portanto, mais R$ 2,5 milhões foram investidos em cultura em Nova Petrópolis no ano passado. 

Nova Petrópolis tem 38 agentes culturais cadastrados na LIC – Lei de Incentivo à Cultura (pessoas físicas, jurídicas com e sem fins lucrativos, prefeitura). O Município tem um total de 40 projetos cadastrados na LIC, já encerrados ou em trâmite, o que representa cerca de um projeto para cada 500 habitantes.

Para 2015, Nova Petrópolis possui cerca de R$ 1,8 milhões em projetos culturais cadastrados nas leis de incentivo. Para que tais valores entrem aos proponentes, depende-se da aprovação do projeto e captação dos recursos. O poder público municipal tem cadastrados na LIC os seguintes projetos: Sabores da Colônia (R$ 157.150,00), Magia da Páscoa (R$ 172.170,00) e Festival Internacional de Folclore (R$ 463.323,00) e na Lei Rouanet, o Festival Internacional de Folclore (R$ 279.200,00). “Além destes, ainda temos projetos culturais dos grupos de danças, Natal Cooperativo, Festa do Figo, Espaço Cultural Amstad, dentre outros”, citou Staudt.

Município sediou Seminário sobre Mecanismos de Financiamento da  Cultura

Na última segunda-feira, dia 23, a Secretaria de Estado da Cultura e a Prefeitura Municipal reuniram a comunidade cultural no Seminário sobre o Sistema Pró-Cultura, na ACINP. O prefeito Regis Luiz Hahn; a secretária de Educação, Cultura e Desporto, Cíntia Rafaela Hansen Reisdoerfer; a secretária adjunta de Cultura, Yedda Leão Michaelsen; e o diretor do Departamento de Cultura, Paulo Roberto Staudt prestigiaram o encontro.

Durante a programação, o coordenador do Pró-Cultura, Rafael Balle, discorreu sobre a Secretaria de Estado da Cultura e o Sistema Pró-cultura RS (LIC e FAC); como funciona a Lei Estadual de incentivo à Cultura - LIC e o Fundo de Apoio à Cultura - FAC, mecanismo de fomento direto do Pró-cultura RS; editais previstos, quem pode participar e como; e como apresentar projetos e prestação de contas.

Após, houve um debate coordenado pela assessora Técnica da Secretaria de Estado da Cultura, Roberta Manaa, com a participação da bibliotecária Susana Carrasco, que apresentou os projetos na área de leitura, da arquiteta Karin Brakemeier, que apresentou projetos de preservação do patrimônio e da presidente do Conselho Municipal de Cultura, Luciane Schommer, que comentou os projetos de eventos, cultura e turismo da região.

Segundo o diretor do Departamento Municipal de Cultura, o evento foi muito produtivo. “Os presentes gostaram das explanações, tanto por parte do coordenador do Pró-Cultura/RS, Rafael Balle, como da conversa entre Karin, Luciane e Susana. O próprio Rafael destacou a diversidade cultural de Nova Petrópolis e considerou terem acertado a escolha por Nova Petrópolis nesta primeira saída deles no ano”, concluiu Paulo Roberto Staudt.


Fonte: Kassandra B. Dorneles | Marcelo Moura | Adriana Monteiro Arrial
Assessoria de Imprensa

Prefeitura de Nova Petrópolis - RS
Jardim da Serra Gaúcha | Capital Nacional do Cooperativismo
(54) 3281-8412 | 3281-8410 | (54) 8434-6572



Comentários

deslogado
Maria Ines Froehlich 11/05/2016, às 12:58

A propósito destes beneficio do governo federal,na preservação da cultura. Eu tenho um questionamento a fazer:porque o mesmo nào foi ou é destinado para o AHRS? Este se nào erro teve que fechar suas portas por falta de dinheiro. Mas existe um novo grupo de nome genealogia rs,que nào faz outro que copiar,colar e publicar coisas jà existentes.Além de copiar,colar e publicar pesquisas familiares sem a devida autorização e para fins comerciais.Ai me pergunto:mas nào existe um código de ética no Brasil?


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade