Colunistas

16/11/2013

Nosso reencontro com o passado - por Ivar Hartmann*

Na história recente, Jânio Quadros renunciou bêbado. Seu vice, João Goulart, que havia feito mais votos que Jânio, pelo grande apoio popular com que contava, não servia aos políticos atrasados da direita de então, interessados em ocupar a cadeira.

Ivar Hartmann

Viraram golpistas civis, “vivandeiras (prostitutas) de quartéis” como os denominavam os próprios militares. Homem honesto e íntegro, a alegação de ser comunista caiu-lhe como uma luva, quando propôs fazer reformas econômicas capazes de acelerar o progresso nacional, mas contrárias aos latifundiários brasileiros, ainda então fortes no panorama nacional. Era herdeiro político de Getúlio Vargas que criou a PETROBRÁS e a indústria nacional e inimigo dos comunistas. Ele mesmo, grande proprietário rural, poderia ser muitas coisas, menos comunista. Nem um brasileiro inteligente pode almejar este regime sanguinário e atrasado para seu país. Mesmo assim foi derrubado por militares e civis. Os últimos, aspirantes ao seu lugar foram cassados pelos primeiros que reinaram absolutos durante vários anos e que não foram ruins como querem pintá-los agora.

Pouco provável que tenha sido envenenado pelo governo de então. Seu cunhado, Brizola, era muito mais perigoso e nunca sofreu atentado. Mas, a exumação, patrocinada pelo Governo Dilma, aproveita a denúncia para patrocinar um grande encontro cívico com a história, resgatando Jango. Derrubado – tantos já disseram – por suas virtudes e não por seus defeitos. Apenas um exemplo comprovado: nas horas seguintes ao golpe militar, Jango voando para o Rio Grande do Sul, seu cunhado Brizola aconselhou-o a chamar as armas os militares fiéis por juramento ao presidente, e defender seu regime. Isto acarretaria uma guerra civil de resultado imprevisível. A resposta de Jango: “Se este é o preço para ficar no governo, prefiro renunciar.” Igual a seu criador, Getúlio, que preferiu matar-se a chamar as forças armadas a defendê-lo. Nos dois casos, os supostos vitoriosos, acabaram derrotados. O caráter solene dado ao evento com o translado do corpo do morto e honras presidenciais em Brasília, as quais se seguirão outras tantas em São Borja, quando ele voltar a sua terra natal, é claro que está sendo aproveitado politicamente. O que vale é que o inimigo dos comunistas e americanófilos brasileiros, Jango, que buscava um caminho para o Brasil, é agora resgatado.

Ivarhartmann@hotmail.com


*Ivar Hartmann é promotor público aposentado, colunista do diário Jornal NH, Grupo Sinos, Novo Hamburgo, RS, e colaborador do portal BrasilAlemanha e da mala direta BrasilAlemanha Neues.



Comentários

deslogado
TxHt438R 30/01/2014, às 07:21

, get more on the mailing list. I have run Facebook ads berofe, and really just to get the numbers up targeting fans overseas (im in the US). The cost per click for the New England region is up around 1.58 currently, and I just don\'t have that in my budget considering I want to make a nice impact. I\'ve been flirting with the idea of going cost per impression, but I guess I\'ll have to test it out and see. I\'m starting it today, and I will share my results with you via email. http://tnloyhrvk.com [url=http://itpzhyzddz.com]itpzhyzddz[/url] [link=http://stjybzap.com]stjybzap[/link]

deslogado
rlMORXg6C 12/01/2014, às 03:24

Wonderful expinaatlon of facts available here.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade