Colunistas

15/07/2019

Mês da Imigração no Centro Cultural 25 de Julho de Porto Alegre

O Centro Cultural 25 de Julho de Porto Alegre celebra os 195 anos da Imigração Alemã em três eventos comemorativos, que ocorrerão ao longo do mês de julho, nos dias 8, 16 e 23.


Tele de Ernst Zeuner retratando a a recepção aos alemães em São Leopoldo, RS 
(Arquivo Histórico Visconde de São Leopoldo)

As datas incluem um evento gastronômico, já tradicional na casa, o Max und Moritz, que apresentará prato típico da região do Hunsrück, de onde saiu a maioria dos imigrantes, rumo ao sul do Brasil, mais a banda Max und Moritz e o lançamento do livro Forjados pelo fogo – Uma história da imigração alemã no Brasil, organizado por Astrid Kepler Neitzke e romanceado por André Daniel Reinke. A participação nessa noite deverá ser confirmada até 04 de julho, pelo e-mail eventos@25brasil.com.br. 

Em duas palestras serão abordados os temas Colonos Alemães no Brasil – Imigração nem desejada, nem planejada, pelo jornalista e estudioso do tema, O.lavo Fröhlich e O que é língua? O exemplo da língua de imigração alemã no Novo Mundo, pelo professor da UFRGS/Faculdade de Letras, Cléo Altenhofen, com apresentação do filme Viver no Brasil falando Hunsrückisch (37min). 

As noites contarão com abertura do grupo de danças folclóricas alemãs Tanz mit Uns e do Coro Masculino 25 de Julho, respectivamente, ambos integrantes do Centro Cultural e terão, à disposição do público, para venda, chope artesanal Babel, salsichas bock e o tradicional Brezel. 

Os três eventos do Centro Cultural 25 de Julho contam com a parceria da ASSIPA- Associação de Itapiranguenses em Porto Alegre e FECAB- Federação dos Centros de Cultura Alemã no Brasil. 

Sobre os conteúdos: 

Forjados pelo fogo – Uma história da imigração alemã no Brasil: O livro conta uma história da imigração alemã. Na construção de sua história, a família Kepler ligou-se às famílias Richter, Rehn, Stilllner e Neitzke, também tratadas na narrativa. História verdadeira escrita em forma de romance, relata sobre dificuldades e conquistas da jornada imigrante no sul do Brasil, de pessoas que foram forjadas pelo fogo e deixaram legado a ser lembrado e seguido.

 

Colonos Alemães no Brasil – Imigração nem desejada, nem planejada: Colonos alemães? Talvez, mas não naquele momento. Os primeiros que inesperadamente chegaram, assustaram e alvoroçaram a corte. O que fazer com eles? Tentativas anteriores fracassadas. Quem foi mesmo Anton von Schaeffer? Tudo isso e muito mais sobre desmandos, idas e vindas, até encontrar uma solução satisfatória para os colonos.

O que é língua? O exemplo da língua de imigração alemã no Novo Mundo: Na visão do senso comum, costuma-se priorizar uma noção de língua como código de comunicação com maior ou menor valor de mercado, conforme maioria ou minoria de falantes. Essa visão menospreza, no entanto, -- injustamente -- o "conhecimento em si" das línguas: como bem cultural imaterial e repositório da história, como identidade e meio do pensamento, enfim como visão de mundo (Weltansicht) que constitui o ser humano e atribui sentido. A presente palestra propõe-se a analisar a relevância desses aspectos, normalmente negligenciados, para a formação do indivíduo e a promoção e salvaguarda de línguas consideradas minoritárias ou dialetos. Para tanto, toma por base exemplos e dados de pesquisa de variedades da língua alemã trazidas pelos imigrantes ao Brasil, na sua trajetória de quase dois séculos de contato com a língua portuguesa no "Novo Mundo".

Viver no Brasil falando Hunsrückisch: O filme de 37 minutos mostra que após quase dois séculos da imigração alemã no Brasil, o Hunsrückisch ainda hoje é falado por mais de um milhão de brasileiros. Separados, às vezes, por milhares de quilômetros, as experiências e sentimentos dos falantes se entrelaçam. O documentário é um produto do IHLBrI (Inventário do Hunsrückisch como Língua Brasileira de Imigração), coordenado por  Cléo Vilson Altenhofen (projeto ALMA-H/ UFRGS) e Rosângela Morello (IPOL). A partir das pesquisas realizadas no RS, SC e ES, foram selecionados trechos de entrevistas que ilustram diferentes usos da língua, tanto no meio familiar, como na administração, na imprensa, no comércio, em manifestações culturais, na educação e na religião. Além do cotidiano, da história e da cultura dessas comunidades, o documentário procura registrar temas essenciais para o entendimento da formação e da identidade nas comunidades alemãs no Brasil, como as diferentes denominações, a grande variação interna da língua, a chegada à escola e a dificuldade na hora de aprender o português, a relação com o alemão standard e a convivência com outras variedades de alemão. Viver no Brasil falando Hunsrückisch busca dar ouvidos à língua e à visão de mundo dos falantes de Hunsrückisch. 

 Serviço: 

Dia 8 de julho, às 20h: Evento gastronômico Max und Moritz, com lançamento do livro Forjados pelo fogo – Uma história da imigração alemã no Brasil e música da banda Max und Moritz. (Confirmar participação até 04 de julho.)

Dia 16 de julho, às 20h: palestra Colonos Alemães no Brasil – Imigração não desejada nem planejada, por Olavo Fröhlich. Abertura do grupo de danças folclóricas alemãs Tanz mit Uns. Chope artesanal Babel, salsicha Bock, Brezel à venda.

     ♦ Dia 23 de julho, às 20h: palestra O que é língua? O exemplo da língua de imigração alemã no Novo Mundo, prof. Cléo Altenhofen, com apresentação do filme Viver no Brasil        falando Hunsrückisch (37min). Chope artesanal Babel, salsicha Bock, Brezel à venda.    

 
Fonte: Susana Fröhlich Centro Cultural 25 de Julho Diretora Cultural
(51)981865808 - sufrohlich@gmail.com

A
poio: BrasilAlemanha   -   Cidades 'Alemãs' do Brasil  -  Face: brasilalemanha.com.br



Comentários

Participe! Aqui sua opinião vale muito.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia