Colunistas

26/09/2013

Imigração Alemã no Brasil - A trajetória de uma logomarca Lucas Levitan República das Ideias

 

 

A trajetória de uma logomarca

 

Uma marca comemorativa deve ter razão e emoção. Como mostrar 180 Anos de história em um símbolo gráfico?

Na marca dos 180 Anos de Imigração Alemã vemos três conceitos básicos que orientam o desenvolvimento do símbolo: Memória, Comemoração e Alegria. São, respectivamente, o passado, o presente e o futuro. Apresenta-se a vinda de um povo de terras distantes em busca de felicidade. Encontram um país em desenvolvimento e ajudam-no a construir uma identidade própria.

O símbolo representa isso de forma sintética. Mostra a vinda e a ascensão dos imigrantes através das cores que passam do preto/ vermelho/ amarelo (cores da Alemanha) ao amarelo/ verde/ azul (cores do Brasil). Sendo que o amarelo, cor presente tanto na bandeira brasileira quanto alemã, é o ponto de ligação entre os dois países. É a união firmada no pouso da ave. É a relação do que vivenciaram em sua chegada e a transformação de hábitos e idioma.

Buscou-se formas alegres para integrar à data comemorativa. Mostrar os alemães descendentes como indivíduos que têm história. Que buscam referências no passado na forma de música, culinária, língua e em outras diversas manifestações para construção de uma cultura forte e próspera.

Um símbolo ascendente, positivo, alegre. Sua forma circular remete ao retorno às origens. E a constante reinvenção da vida, que se alimenta na tradição e que está sempre em constante movimento.

 

Lucas Levitan - República das Idéias

 

 

A logomarca foi especialmente criada pela agência República das Idéias, que já atendia o Instituto Goethe, de Porto Alegre,  para os 180 Anos da Imigração Alemã no Brasil por iniciativa do Consulado Geral da Alemanha, que transferiu os direitos de uso para Federação dos Centros de Cultura Alemã no Brasil – FECAB. Está à disposição no portal www.brasilalemanha.com.br para a difusão mais ampla possível. Para uso comercial, favor contatar contato@brasilalemanha.com.br ou comissaoimigracaoalemars@gmail.com  

 

Comissão Executiva Central



Comentários

deslogado
LUIZ FERNANDO PINTO LUCAS 23/12/2014, às 22:18

gostaria de saber mais sobre a familia lucas alemã sou descedente sou do espirito santo ( vitoria) nome do meu avo milton lucas

deslogado
bsLqanUHXB 28/01/2014, às 02:20

The idea that leaders, eplceiasly those who hail from smaller towns/villages should plough back to their hometowns is noble. However,such ploughing back should not be to detriment of their wider South African society (as we have seen in Nkandla.We must therefore, as society, discourage the growing culture of entitlement from those communities who claim to have produced these national leaders. http://iprbfklhzs.com [url=http://bgzxxr.com]bgzxxr[/url] [link=http://ocqbasmjxx.com]ocqbasmjxx[/link]

deslogado
7QY5ymJWf 10/01/2014, às 07:53

I actually found this more enntaerinitg than James Joyce.

deslogado
e5GS9YryeV2U 09/01/2014, às 04:08

charity begins at home,for a bteter service delivery you need to persuade local councilors and a word of mouth to local government is required from G.S of ANC,if He likes His place of birth.you don\'t need to come and do the job perce,as proudly mantashe legacy you need to inter act strongly with your residents with infrastructure implementations not plans/promises.we know there are certain procedures that must be followed,but our eyes are at you Nzolo


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade