Colunistas

19/09/2013

Grupo Folclórico Alpino Germânico comemora 45 anos

No próximo dia 29 de setembro o primeiro grupo folclórico de tradições germânicas fundado em Santa Catarina estará completando 45 anos de tradição e cultura. A data será comemorada no dia 21 com um café colonial em Pomerode.

 

 

Aniversário de 45 anos do Grupo Folclórico Alpino Germânico


Tudo começou em 1968 quando ocorreu em Blumenau, no antigo pavilhão A da PROEB, a Primeira Festa da Cerveja. Os organizadores do evento convidaram Francisco Zmazek para acompanhar um grupo folclórico alemão da Baviera, que viera abrilhantar a festa, porque ele conhecia o dialeto bávaro. A apresentação do grupo alemão encantou os participantes da festa e Guenther Steinbach e Augustinho Schramm (das Lojas Hering e Flamingo), incentivadores do turismo em Blumenau, indagaram Zmazek, se o mesmo não teria condições de criar um grupo folclórico naqueles moldes. Zmazek se interessou pela idéia e ainda naquele ano reuniu um grupo de pessoas interessadas no Clube de Caça e Tiro Testo Salto para fundar uma entidade cultural.
Assim, em 29 de Setembro de 1968, sob a coordenação de Franscisco Zmazek, um grupo de pessoas jovens se reuniu e discutiu os seguintes pontos de pauta: fundação do grupo folclórico, denominação do grupo e assuntos gerais. Após a explanação de Zmazek sobre a fundação do grupo folclórico, considerou-se fundada a entidade cultural com interesses voltados para a prática de danças folclóricas de caráter amador.

 A estreia do Grupo Folclórico Alpino Germânico aconteceu no dia 5 de maio de 1969 durante a festa dos cantores realizada no Centro Cultural 25 de Julho de Blumenau. Durante oito meses os dançarinos aprenderam a coreografia da dança com o casal Zmazek e sua esposa Linda. Ela ensaiava os passos e Zmazek o sapateado. O acompanhamento musical realizado por Zmazek ao violão e Roland Findeiss no acordeão.

Os jovens se apresentaram com a indumentária típica da Bavária, desconhecida até então na região de Blumenau. O traje foi confeccionado artesanalmente por várias pessoas.

Ainda no ano de 1969, o Grupo Folclórico Alpino Germânico se apresentou na Segunda Festa da Cerveja de Blumenau, e em seguida, passou a ser a principal atração cultural do restaurante Frohsin. Entre os anos de 1969 e 1976 o grupo esteve ligado ao Restaurante e fazia duas apresentações semanais para os turistas que visitam Blumenau. No ano seguinte, 1970, Zmazek e Findeiss gravaram um disco com canções alpinas (jodler).

Em 1982, o casal Zmazek viajou a Áustria e Alemanha, onde aproveitou para procurar a indumentária do traje típico alpino. Ao retornarem ao Brasil, trouxeram na mala uma relação de acessórios que, naquele ano ainda, foram adquiridos e doados pela Companhia Karsten ao Grupo Folclórico. A empresa doou seis calças e suspensórios de couro, correntes e corpetes para moças bem como os chapéus femininos com a pena de águia.

No ano de 1983, o Grupo Folclórico Alpino Germânico recebeu o convite do Prefeito Municipal Eugênio Zimmer, para se estabelecer e representar o Município de Pomerode, porque a maioria dos dançarinos eram pomerodenses. A Prefeitura Municipal ofereceu ainda na época uma ajuda de custo para o transporte do grupo e até hoje é mantido uma subvenção social aos Grupos Folclóricos do Município. Em 1986, o Grupo Folclórico Alpino Germânico foi registrado no Ministério da Cultura e os seus estatutos aprovados e registrados em 1988. Nos anos de 1989 e 1995, o grupo recebeu calças e suspensórios de couro doados pela Embaixada da Republica Federal da Alemanha de Brasília e do Consulado Geral da Republica Federal da Alemanha de Curitiba. Ainda em 1991, quando o Prefeito Municipal Henrique Drews Filho, viajou a Alemanha, trouxe para o grupo os chapéus de feltro masculino, para finalmente completar o traje típico do Alpino Germânico, o Miesbacher Tracht.

Desde a data de sua fundação o grupo já se apresentou em quase todo território nacional, realizando apresentações em festas típicas como congressos e outros eventos que tinham a finalidade a divulgação da tradição alemã, assim como as tradicionais festas de outubro de Santa Catarina e a Festa Pomerana. Entre inúmeras apresentações que o Grupo Folclórico Alpino Germânico realizou por todo o Brasil, destaca-se a participação na comemoração do 75º Aniversário da instalação da Shell do Brasil S/A. O grupo se apresentou nos Teatros Municipais de São Paulo e Rio de Janeiro, e em Brasília no Teatro Nacional, e representou o país da Alemanha na homenagem realizada pelos organizadores aos descendentes de imigrantes dos países da Alemanha, Espanha, Itália, Japão e Portugal residentes no Brasil. Em 1998 participou do desfile e em 2011 se apresentou na maior festa da cerveja do mundo: a Oktoberfest de Munique na Alemanha .

Pelo Grupo Folclórico passaram muitos jovens que participaram das viagens e apresentações que o grupo realizou em seus 45 anos de existência. Com muita disposição o casal Francisco Zmazek lutou pela criação e manutenção do grupo folclórico como uma entidade cultural preocupada em preservar as tradições alemãs através das danças típicas da Bavária e do Tirol. Muitas entidades auxiliaram e acompanharam o crescimento do Alpino-Germânico em sua caminhada e o grupo por sua vez, inspirou a criação de novos grupos folclóricos que também estão preocupados em preservar uma das mais alegres tradições da cultura alemã: a dança.

São várias as característica que envolvem as apresentações do grupo folclórico. Por trás disso tudo há uma história de tradição, cultura, persistência, luta, conquistas. Cada integrante durante sua trajetória desenvolve seu papel fundamental dentro do grupo.

“Dança folclórica é muito mais que dançar, é uma filosofia de vida. É algo que vem de dentro, que está no sangue, que invade a alma, que contagia. É uma saudade de vida que não vivemos, mas que representamos no presente. É certamente uma alegria que dura para a eternidade. Dançar é viver”

O grupo agradece aos apoiadores:

Revenda Vivo Star Telecom, Eletrônica Brandt Ltda, Goede Haus, Marco Polo Viagens e Turismo, Metalúrgica Maske, Servicon Contabilidade, Naturhaus Produtos Naturais, Supermercado Econômico, Ótica Pomerana, Pioneer Celulares e Telefones, Pomerode Automóveis, Auto Peças Celmak, Agropecuária Link, Vip Apliques, Vidacar Corretoria de Seguros, Soprint, Cachorrão do Alemão, Jornal de Pomerode.

 

 

Apoio especial www.brasilalemanha.com.br e brasilalemanha neues


Convite:

 

“O tempo passa e leva com ele horas, momentos, pessoas e oportunidades que sem querer deixamos de aproveitar.
Aos poucos envelhecemos e a cada dia que passa, vemos que a vida se torna mais curta.
Perdemos paixões por medo de sofrer, mas não somos capazes de compreender que o maior sofrimento é não ter alegria para amar.
De repente acordamos e percebemos o quanto é importante lutarmos por tudo aquilo que realmente queremos“. Autor Desconhecido
Baile de 45 anos de Fundação do
Grupo Folclórico Alpino Germânico
Amigos, a cidade de Pomerode está em festa, pois o Grupo Folclórico Alpino Germânico comemora os seus 45 anos de história.
Para celebrarmos esta data, convidamos você a participar no dia 21 de Setembro de 2013 do baile de aniversário que será realizado no Clube Desportivo Testo Central Alto (antigo Salão Lutke) com a seguinte programação:
18:00h: Recepção;
19:30h: Café Colonial;
21:00h: Homenagens e Apresentação do Grupo Folclórico Alpino Germânico;
22:30h: Inicio do baile com a Orquestra Cruzeiro
Contamos com a presença de todos!
Valor R$ 15,00 por pessoa
Atenciosamente:
Grupo Folclórico Alpino Germânico
(47) 9612-1432 ou (47) 9997-6241 - André



Comentários

deslogado
bFeSpULqnmy 25/01/2014, às 14:20

Hee! Yay! I saw this quote in The Daily Love e-mail a week or so ago, it made me think about the things I am or have been stnuiglgrg with the past few months. So many things I clung to old patterns I kept repeating, cruel words that had been thrown carelessly at me, new behaviors I couldn\'t quite cement into place. For a while I didn\'t know what to put in their places, if I let them go. Getting done helped clear up a lot of that, but I still didn\'t figure out what the real problem was until last night. If I really commit to changing my life if I fully commit to yoga and to living the natural, healthy lifestyle that I so truly want to do, if I commit to myself it\'ll be hard. I\'ll have to give up things. I might miss out on stuff. It might hurt. I don\'t like or want to hurt. And it\'s easier this way, you know? Familiar, comfortable, even if not the best for me. And I\'m scared, I\'m scared because I see the small beautiful amazing changes that are happening now with me half-assin

deslogado
4twxXl3nTWq 09/01/2014, às 11:02

atalie thronson - I have a ton of anazimg pictures and you always make me want MORE pictures! I don\'t need anymore haha but now i feel like i need desert pictures haha!

deslogado
qg9lSPQag35 08/01/2014, às 05:31

Mais alguns ente3o:- Do frnago e0 milanesa , que em Milano e9 sf3 frnago - Do molho e0 bolonhesa , que em Bologna e9 sf3 molho - Do file9 e0 parmigiana , que em Parma e9 sf3 file9 - Do sorvete napolitano , que em Ne1poli e9 sf3 sorvete


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia