Colunistas

31/07/2016

Festival Internacional de Folclore encerra com a extinção da Chama Folclórica em Nova Petrópolis, RS

A 44ª edição reuniu mais de 120 mil pessoas em 17 dias de programação no Jardim da Serra Gaúcha.

“De uma gente que sabe que a diversidade nos faz vencedor. Nova Petrópolis virou referência de trabalho e fartura; que além de bonita, respira cultura.” Ao som da canção “A linha do tempo”, passando a Chama Folclórica pelas mãos das Soberanas do Folclore Alemão, Rainha Franciele Simon, 1ª Princesa Bárbara Neumann, 2ª Princesa Aline Beatriz Marcon, de ex-soberanas do Folclore Alemão, da comissão organizadora, de integrantes de grupos folclóricos, o 44º Festival Internacional de Folclore encerrou em Nova Petrópolis na noite deste domingo, 31 de julho.

A extinção da Chama Folclórica, que iluminou e aqueceu o evento durante 17 dias, marcou o fim da edição 2016 e a contagem regressiva para a 45ª edição. Mais de 120 mil pessoas prestigiaram a maior festa cultural da Serra Gaúcha. Nova Petrópolis esteve completamente lotada no último dia do Festival Internacional de Folclore.

O espetáculo “Dançando Nossa Cultura”, organizado e coreografado por Ana Carina Raimann e pelos integrantes da Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs de Nova Petrópolis (AGDFA-NP), retratou a história da entidade e a união entre os dançarinos que preservam costumes. Em um misto de tradição e contemporaneidade, os grupos folclóricos trouxeram energia, ritmo e emoção ao espetáculo de encerramento do 44º Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis.

Segundo a comissão organizadora do Festival Internacional de Folclore, a 44ª edição superou todas as expectativas. Mais de 50 grupos folclóricos brilharam no palco principal, apresentando suas cores, ritmos, etnias, crenças, diferenças e semelhanças. Poloneses, argentinos, peruanos, mineiros, paulistas, amazonenses, paranaenses e gaúchos encheram Nova Petrópolis de vida, cultura e diversidade. Aproximadamente mil dançarinos, músicos e artistas participaram do evento.

O clima de despedida marcou o último fim de semana do 44º Festival Internacional de Folclore. Homenagens de gratidão e desejos de retorno foram entoados a cada até breve, seja no palco ou nos bastidores do evento. A última Celebração da Vida, da Paz e da Diversidade ocorreu domingo pela manhã. O momento dedicado à reflexão, união de povos e brinde à cultura étnica enalteceu a diversidade que torna todos iguais. Ao som do Grupo Acordes, os grupos visitantes deixaram mensagens de fé e respeito.

O Desfile de Integração do 44º Festival Internacional de Folclore uniu comunidade, grupos folclóricos, dançarinos, músicos e artistas na Avenida 15 de Novembro, no sábado, 30 de julho. O desfile reuniu mais de 200 participantes em Nova Petrópolis. Comunidade, turistas e apreciadores da cultura popular e do folclore prestigiaram a apresentação de todos os grupos na principal avenida do Município. O público que assistiu o Desfile de Integração não poupou aplausos e sorrisos ao apreciar a mostra da diversidade cultural presente em Nova Petrópolis.

Em 2016, como inovação da 44ª edição, o Festival de Folclore voltou às raízes e levou apresentações culturais para o Parque Aldeia do Imigrante nos fins de semana. A Rainha do Folclore Alemão, Franciele Simon, a 1ª Princesa Bárbara Neumann e a 2ª Princesa Aline Beatriz Marcon também promoveram o 1º Chá das Soberanas do Festival de Folclore. Mais de 40 ex-Rainhas e Princesas reuniram-se no dia 16 de julho, no Centro de Convivência do Parque Aldeia do Imigrante.

Além das apresentações de danças folclóricas, que enfeitaram o palco principal do evento; o Festival Internacional de Folclore teve Baile Infantil; oito Noites Culturais que envolveram as comunidades no Festival de Folclore e descentralizaram o evento para as localidades do interior do Município. Como atividades paralelas, o evento teve os Passos da Diversidade – intercâmbio cultural por meio da dança; os Jogos da Diversidade – jogos germânicos com os grupos participantes do evento; e as Oficinas Técnicas de Dança – oficinas de dança para grupos participantes.

O intercâmbio cultural do Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis foi muito além da dança. Oficinas de artesanato e gastronomia foram realizadas na 44ª edição. O Lomo Saltado Peruano, a Pizza Frita Italiana, o Arroz Carreteiro Gaúcho e as Honig Toss Alemãs foram receitas ensinadas nas Panelas da Diversidade. Cartões poloneses e o chimarrão gaúcho foram temáticas das Mãos da Diversidade.

A Feira de Artesanato ofereceu mais de 20 estandes, onde artesãos expuseram e comercializaram seus produtos e artigos das mais diversas nacionalidades durante os 17 dias de programação. Kartoffelküchelchen (bolinho de batata) e bratwurst (pão com salsicha alemã) foram algumas das delícias encontradas na praça de alimentação do Festival Internacional de Folclore, assim como o tradicional chopp.

Os Jogos Germânicos, como Corrida de Tamancos, Pregar o Prego, Chopp em Metro, Arremesso de Chopp e Bolão de Corda foram disputados pelos integrantes dos grupos de danças folclóricas alemãs. O Grupo de Danças Folclóricas Sonnenschein, das localidades de Linha Brasil e Linha Araripe foi o grande vencedor dos Jogos Germânicos 2016, com 97 pontos. O grupo da Vila Olinda, Volkstanzgruppe Freundschaftskreis, ficou com o vice-campeonato ao marcar 93 pontos. O Grupo de Danças Folclóricas Internacional, do Centro, somou 90 pontos e ficou em 3º lugar geral. Na sequência vieram Pinhal Alto, com 86 pontos; Linha Imperial, com 84 pontos; Fazenda Pirajá, com 52 pontos e São José, com 36 pontos.

“No colorido de tanta diversidade, as diferenças é que nos tornam iguais, unir culturas traz riqueza e crescimento e uma verdade que não se apaga jamais”. A “Canção da Diversidade”, entoada inúmeras vezes durante o Festival Internacional de Folclore marca o tema do evento e traduz o sentimento de artistas e envolvidos no maior evento cultural da Serra Gaúcha: “A diversidade é o que nos une”.

O 44º Festival Internacional de Folclore foi uma realização da Associação dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs, Prefeitura de Nova Petrópolis e Secretaria de Estado da Cultura. O evento integra o calendário anual da IOV – Organização Internacional de Folclore e Artes Populares; contou com apoio da Rota Romântica e Banco do Brasil; e foi financiado pelo Pró-Cultura RS e Ministério da Cultura. O evento contou com o patrocínio de Banrisul, Corsan, Dakota, Piá, Sicredi, Sugar Shoes e Suibom. Para mais informações e fotos acesse: www.festivaldefolclore.com.br e www.facebook.com.br/festivaldefolclore.

 

CRÉDITO DAS FOTOS: Mauro Stoffel

 

    ________________________________________________________________________________________________________________
Kassandra B. Dorneles | Adriana Monteiro Arrial
Assessoria de Imprensa
Prefeitura de Nova Petrópolis - RS
Jardim da Serra Gaúcha | Capital Nacional do Cooperativismo
(54) 3281-8412 | (54) 3281-8410 | (54) 9692-0563



Comentários

Participe! Aqui sua opinião vale muito.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade