Colunistas

16/03/2019

Exposição “Viagem de Spix e Martius pelo Brasil” traz detalhes sobre o Brasil do século XIX

Instituto Martius-Staden apresenta mostra que destaca a impressionante viagem de 10.000 km dos naturalistas alemães pelo Brasil oitocentista

Em 1817, os naturalistas bávaros Johann Baptist von Spix e Carl Friedrich von Martius aportaram no Rio de Janeiro com a comitiva de Dona Leopoldina, filha do imperador austríaco que veio ao Brasil como esposa do futuro Dom Pedro I. Em suas expedições em terras brasileiras, Spix e Martius percorreram mais de dez mil quilômetros.

Enfrentando chuvas torrenciais, ataques de insetos, febres, calor, seca e sede, os cientistas colecionaram cerca de 6.500 espécies vegetais e quase 3.500 espécies de animais, além de peças mineralógicas e etnográficas. Com a publicação da obra Viagem pelo Brasil (em três volumes, publicados entre 1823 e 1831), Spix e Martius tornaram-se referência em muitos assuntos sobre o Brasil oitocentista. Com entrada gratuita, a exposição destaca o legado excepcional dos dois pesquisadores.

Desde11 de março de 2019, a exposição “Viagem de Spix e Martius pelo Brasil” do Instituto Martius-Staden, mantido pela Fundação Visconde de Porto Seguro, está instalada na Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, na USP. A mostra ficará disponível ao público até o dia 26 de abril. A curadoria da exposição é feita pela Profa. Dra. Karen Macknow Lisboa e pelo Prof. Dr. Willi Bolle.

Venha conhecer mais sobre a viagem que redescobriu o Brasil.Venha conhecer mais sobre a viagem que redescobriu o Brasil.

Venha conhecer mais sobre a viagem que redescobriu o Brasil.

 

AGENDA:

Exposição “Viagem de Spix e Martius pelo Brasil”

Data: de 11 de março a 26 de abril de 2019

Local: Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin - Rua da Biblioteca 21, Espaço Brasiliana, Cidade Universitária, São Paulo, SP.

Horário: Segunda a Sexta, das 8h30 às 18h30

Entrada gratuita

 

Sobre o Instituto Martius-Staden

Fundado em 1938, o Instituto Martius-Stadené uma entidade sem fins lucrativos mantida pela Fundação Visconde de Porto Seguro. Sua missão é preservar as tradições da cultura alemã no Brasil e valorizá-las no contexto contemporâneo, contribuindo para o estreitamento dos laços culturais entre Brasil e Alemanha, e estimulando o intercâmbio cultural e científico através da promoção de eventos. Além disso, lança regulamente publicações e exposições itinerantes dedicadas à imigração alemã e às relações culturais entre os dois países. O Instituto Martius-Staden mantém um acervo de imigração alemã que se tornou ponto de referência para quem pesquisa a história dos imigrantes de países de língua alemã e sua genealogia. Seu acervo possui mais de 140.000 dados biográficos e reúne mais de 200.000 documentos e 55.000 volumes de livros e revistas. Dispõe de um dos maiores acervos de jornais alemães publicados no Brasil. Para conhecer o catálogo online, visite www.martiusstaden.org.br.

Para obter mais informações e novidades sobre a instituição, acesse a página no Facebook ou Instagram do Instituto Martius-Staden.

 



Comentários

Participe! Aqui sua opinião vale muito.


  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia