Colunistas

20/05/2013

matéria de: Ivan Seibel

Seibel AHAI 981 - Text: Campinho, a primeira colônia pomerana no ES

Programa AHAI  981

Alô  ouvintes.

O povoado capixaba de Campinho, da primeira colônia de imigrantes cresceu como sede da paróquia luterana, até porque a grande maioria dos seus habitantes participava desta igreja. Este pequeno centro urbano logo passou a se destacar como centro comercial desta região. Seus seis negociantes, seis artífices, dois hoteleiros, entre outros, rapidamente se transformaram no esteio da produção e fornecimento de produtos de primeira necessidade para o restante da população próxima.

Já a maioria dos imigrantes que chegou a Santa Leopoldina partir de 1870 era constituída de pomeranos provenientes das terras planas da região do Mar Báltico. Tão logo aqui chegaram depararam-se com uma realidade totalmente estranha ao seu dia a dia na Europa. Apenas com muita dificuldade conseguiam levantar abrigos provisórios para a proteção de suas familias. “Do hevas unna dem Felsen wohnt bis daí a aichan Hoss bucht hara.  Daí hara doch nisst. Tam ettam müsstas dunn Foichel ua klain Wild schaita”. Ainda hoje, próximo da estrada que margeia o Rio Farinhas, pode ser vista a entrada de uma caverna que serviu de abrigo a uma família pioneira da qual hoje descendem mais de mil cidadãos capixabas.

Tiveram que aprender a derrubar e queimar a mata e plantar as sementes que viriam a produzir os seus alimentos. Cada três ou quadro anos derrubavam nova mata, faziam nova queimada e depois plantavam. Assim iniciaram um ciclo da derrubada, da queima e do plantio.

Seria isto por hoje.

Seu  Ivan Seibel

 

  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade