Colunistas

17/11/2014

matéria de: Ivan Seibel

AHAI 1057

A vida social do pioneiros pomeranos

Ouça o áudio >>>

               Nas “Colônias” do sul do Brasil, associações esportivas, recreativas e culturais exerciam um importante papel aglutinador da população teuto-brasileira. Já os “Kolonisten”  pomeranos de Espírito Santo adotaram um modelo de convivência baseado em três pontos característicos  e que se mantiveram durante mais de um século:

              1. Os encontros aos domingos nas igrejas, antes ou mesmo depois dos ofícios religiosos constituíam-se em oportunidades de troca de informações ou até de fechamento de negócios.

              2. Não havia “clubes” ou entidades associativas, para encontros sociais. Valia a máxima: “a consertina faz a festa”. Em outras palavras, casamentos, aniversários ou encontros festivos informais animados por este instrumento tão familiar aos imigrantes pomeranos capixabas aconteciam em dia claro nas casas dos “colonos” ou, quando de noite, em ambientes iluminados por lamparinas de azeite de baleia ou de querosene.

              3. Por último, o hábito da visitação entre familiares e amigos fazia com que as tardes de domingo se transformassem em momentos de um próspero intercâmbio social, praticamente até 1950. Isto explica o início de um processo de miscigenação com a população luso-brasileira apenas a partir desta época.

Como alguém me disse certa vez: “Nooh dem joo, zou tam baispil in Santa Marii ua Ranja Terra heva da Lühr langsam anfonja Brasilhonisch räera. Foa dea Tüt an deira dunn uk imma mei Lühr in dai Stadt tröaka, wo sai dunn uk lansamm mit dai Tailieina ua Brasiliona toub komma sünn. So kuinas dunn uk dies annera Sprok leira”.

           Seria isto por hoje. 

           Seu Ivan Seibel

  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
  • brasilalemanha
Logomarca oficial da imigração alemã no Brasil. Reprodução liberada e recomendada, para uso não comercial.
Para uso comercial e originais em alta resolução: contato@brasilalemanha.com.br.

© 2004-2019 BrasilAlemanha - O portal oficial da imigração alemã no Brasil - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Sapiência Tecnologia

Publicidade